Star Wars: Cuidado com o Lado Sombrio da Força - Tom Angleberger

Saudações, caros leitores, como vocês estão?


Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante, a Editora Seguinte lançava a romantização dos clássicos filmes de Star Wars em edições ilustradas que iriam recontar as histórias escritas por George Lucas de uma forma que você jamais viu. Desta forma, Cuidado com o Lado Negro da Força! é o terceiro e último livro dessas trilogia que contemplou as tramas de Uma Nova EsperançaO Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi



O terrível Império está construindo uma segunda Estrela da Morte para acabar com a Aliança Rebelde. Mas Luke Skywalker tem outros planos: destruir o governo e deter o imperador de uma vez por todas. No entanto, há um obstáculo no caminho de Luke: seu pai. Esta é uma versão de Star Wars: O retorno de Jedi (episódio VI) como você nunca viu. A edição vem acompanhada de ilustrações incríveis e apresenta a história original a uma nova geração de leitores, assim como fornece uma perspectiva inédita para os fiéis fãs da saga. Ao longo da história, os leitores encontrarão diversas notas de rodapé com curiosidades e comentários sobre esse universo extraordinário, tornando a jornada até o confronto final entre Luke e Darth Vader ainda mais emocionante.




Cuidado com o Lado Negro da Força! é a romantização da trama apresentada em O Retorno de Jedi, também conhecido como Episódio VI, que estreou nos cinemas em 1983. No final de O Império Contra-Ataca vimos que Han Solo foi aprisionado por Darth Vader em carbonite, mantendo o corpo do capitão congelado, porém, vivo para ser entregue à Boba Fett e posteriormente à Jabba, o Hutt, em troca de um alto prêmio. Após as falhas negociações, Luke Skywalker e Lando Calrissian produzem um conflituoso resgate aos seus amigos Chewie, Leia, Han e os droides R2-D2 e C-3PO.

Após estes acontecimentos, os Rebeldes chegaram à conclusão que a única forma de "derrotar" as forças imperais seria destruindo a nova Estrela da Morte, que ainda estava em fase de construção e seria mais potente que a original, destruída em Um Nova Esperança por Luke Skywalker. Observando essa possibilidade, o Imperador tenta seduzir, através de Darth Vader, o jovem para o lado sombrio da Força. 

Banner de divulgação do filme.

As peças do jogo estão posicionadas. Será que foi confiante demais? Será que os riscos são muito altos até mesmo para um Jedi? Ele é mesmo um Jedi agora?
Pág.: 93

Como já devem ter percebido, cada livro desta trilogia foi escrito por uma pessoa diferente, proporcionando estilos narrativos diferenciados entre eles, além de apresentar novas perspectivas às histórias. Desta forma, acredito que Tom Angleberger foi o escritor que mais captou e transmitiu esses princípios, já que no decorrer da leitura foi possível perceber grande fidelidade ao material fonte, porém, com novos olhares e alguns trechos inéditos sem dar outro sentido à trama original. A narrativa é feita em terceira pessoa e em um formato que possibilita o diálogo do autor com o leitor durante o desenvolvimento, mas sem exagerar na informalidade.

Sabemos o quão é complicado apresentar um material cultural relativamente antigo às novas gerações. E, ao mesmo tempo que isso pode se tornar um empecilho, essa é uma das grandes propostas desta trilogia. A linguagem deste livro é jovial, uma vez que seu público alvo são os jovens dessa geração. Apesar disso, o tom da história é sério, mas sem perder o característico humor dos personagens e na já citada interação entre autor-leitor. O fato da obra contar com meros 74 capítulos (curtos) pode incomodar alguns e agradar outros. Além disso, há notas de rodapé que auxiliam àqueles leitores mais esquecidos e trazem informações sobre determinado personagem ou acontecimento e também curiosidades referentes à trama.

O autor soube equilibrar o lado emotivo da história, como nos trechos onde Luke interage com Darth Vader, pois como ficamos sabendo no decorrer de O Império Contra-Ataca, essa é uma relação entre pai e filho que se encontram em campos opostos. Além disso, Tom consegue dar personalidade e vida aos personagens, sem ficar aquela sensação de que há algo "vazio" e/ou faltando. Em consequência, é bem provável que você vá sentir ódio, compaixão, alegria ou criar alguma empatia por algum deles.

Autor

Ele se pergunta por que lembrou disso. E por que lembrar de qualquer coisa do passado, afinal?
Esse era o passado de Anakin, não o dele. O passado estava morto... completamente. Exceto por um erro: seu filho.
E agora, finalmente está prestes a corrigir esse erro, trazendo Luke para o lado sombrio. E se não pudesse fazer isso, então eliminaria o erro completamente.
Pág.: 210

Cuidado com o Lado Negro da Força! é o livro mais volumoso e o que mais apresenta ilustrações no decorrer da leitura, bem como o que mais conseguiu transmitir o espírito de Star Wars. Enfim, sinto-me satisfeito por ter lido essa trilogia, pois é sempre interessante ver as histórias por novas perspectivas, além de ser nostálgico relembrá-las. Deixo a minha recomendação não só a este, mas aos outros volumes também. Sugiro que leiam na ordem de lançamento e não aleatoriamente. 

A diagramação está muito bem feita e conta com um ótimo espaçamento entre linhas e um tamanho de fonte agradável. Na edição contamos com páginas brancas, o que pode incomodar leitores mais exigentes, além de conter belas ilustrações feitas por Ralph McQuarrie e Joe Johnston, e uma capa mostrando a silhueta do Darth Vader. Não encontrei erros de revisão aparentes.