Manual do Mundo - Alfredo Luis Mateus e Iberê Thenório

Hey pessoal, tudo bem?

O post de hoje é mais uma indicação do que uma resenha, afinal, o livro em questão não possui uma história. Contudo, isso não quer dizer que ele não possa divertir e proporcionar horas de entretenimento e até mesmo algumas explosões, quando alguém que não lê direito as instruções - vulgo EU - e decide trocar a solução interna de um foguete caseiro por vinagre e bicarbonato de sódio para dar mais propulsão e no lugar acaba sujando toda a sala de jantar. 

Neste livro, escrito com o químico Alfredo Luis Mateus, foram selecionados os experimentos científicos mais divertidos e, ao mesmo tempo, simples de serem feitos em casa – muitos deles ainda inéditos no Manual do Mundo.
Cabo de guerra sem corda. Pintura sem tinta. Caixa acústica sem eletricidade. Parece esquisito? Essas e outras experiências vão mostrar que é possível fazer muita coisa legal com materiais que estão escondidos na sua casa e que poderiam acabar indo para o lixo.
Você vai tatuar frutas, usar uma lâmpada que não ilumina, moldar e reciclar plástico, soltar foguetes e experimentar com ímãs e reações químicas. Vai aprender a transformar um celular em projetor e em microscópio.
Encontrará projetos para fazer coisas úteis, geringonças, jogos, mágicas para mostrar para os amigos. Vai fazer arte de um jeito diferente e se divertir na cozinha.

A obra nos apresenta 50 experimentos que podem ser feitos em casa utilizando objetos simples e do nosso dia-a-dia. Claro que alguns deles não são tão dia-a-dia assim, demandando de quem está fazendo o experimento comprar alguns itens, como corante comestível ou anilina, imãs, dentre outros. Os experimentos são divididos por magnetismo, feitos através de reações químicas ou as várias formas de se divertir com água, como pode ser visto pela imagem abaixo (foto do índice). 


Alguns experimentos são bem fáceis de fazer, ao passo que outros já apresentam um nível de complexidade bem mais elevado, contudo, o que torna o livro tão interessante é que além dos itens serem acessíveis a todos, como foi dito acima, ele consta sempre com um passo-a-passo bem detalhado e com várias fotos e descrições de como proceder na sua experiência. Outro ponto favorável é que o Alfredo (Dr. em Química) sempre que possível dá dicas de como incrementar seus experimentos ao adicionar componentes que causarão uma reação química e proporcionarão um resultado bem além do esperado. Só não é recomendável fazer misturas por conta própria, afinal, passei a tarde toda tirando da roupa e do tênis resíduos de bicarbonato de sódio e vinagre (mas foi divertido, não é recomendável ou sequer saudável, mas foi divertido HAHAHAHA). 


A edição está muito bonita. O livro não segue a forma retangular tão comum em obras literárias, mas sim, uma forma quadrada e bem grande, pois cada passo dos experimentos - como já fora mencionado - possui uma ilustração, fazendo com que o livro tenha espaço para as fotos. A capa é feita de um papel cartão mais resistente e as páginas internas são similares às páginas de revistas, mas com maior gramatura. Essa é uma obra que, a meu ver, apresenta uma ótima oportunidade de tirar seu filho do celular/computador e levá-lo para brincar ao ar livre. Está esperando o que para adquirir o seu e começar a fazer os experimentos?