Vintage Rock Resenha: Alcatéia Prateada - Eddie Van Feu


Olá Vintagers, tudo bem?

A resenha de hoje é sobre o livro Alcatéia - Prateada, da autora nacional Eddie Van Feu, uma obra onde os personagens principais são homens que se transformam em lobos (desencana, não é Crepúsculo, ok?! Hehehehe). Posso dizer que estou imensamente feliz em apresentar para vocês esse livro, porque me senti "em casa" ao lê-lo. Digo isso pois sou simplesmente apaixonada e alucinada com livros de fantasia, ainda mais quando existe uma variedade de seres encantados (gente, eu A.M.O Bruxas... hehehe). Convido vocês a entrarem comigo em um mundo repleto de criaturas mágicas como feiticeiras, fadas, silfos e homens-lobo. Sem mais delongas, vamos ao que interessa.





Alcateia - Prateada' conta a história de uma cidade secreta de seres encantados que, de acordo com a Lua, podem se transformar em lobos ou bestas-feras. Acompanhamos a vida e a cultura desse povo mágico através dos olhos do jovem Philippe, um mestiço, fruto de um amor proibido entre uma humana e um dos membros do Clã dos Lobos Brancos, que vive marginalizado e perseguido, mas aguarda ansiosamente sua transformação para que possa ser aceito como parte da Alcateia.







Resumo

Em Alcatétia – Prateada a autora nos apresenta um vilarejo místico chamado Château das Vertentes, onde, longe dos olhos humanos, seus habitantes são especiais, pois eles possuem o poder dado pela Deusa de se transformarem em lobo quando surge a Lua Cheia. Eddie nos convida também a conhecer em especial o garoto Philippe e sua triste história de vida, vez que ele é um “mestiço” - filho de uma humana com um homem-lobo - e, enquanto todos do Château com a idade necessária já atingiram a transformação, a dele ainda não ocorrera.

A bela Celine

Diante de todos os obstáculos, nosso personagem principal não se abatia facilmente. pois além de sua enorme fé nos propósitos da Deusa, ele podia contar com dois grandes amigos: O Capitão Diderod, que conhecendo o grande coração de Philippe o tratava com amor, sempre o ajudando com o que podia, e Prateada, sua loba de estimação que, além de companheira e protetora para todas as horas, guardava um incrível segredo que irá surpreender a todos (uau, suspense... hehehehehe) e que poderá mudar tudo em torno do jovem rapaz.

Em paralelo à história dos homens-lobo, conhecemos uma misteriosa mulher que por possuir vários nomes se apresenta apenas como A Bruxa de Gévaudan (já disse que amo Bruxas, né?! hahaha), uma mulher esperta, que já viveu em muitos lugares, conheceu muitas pessoas e por isso possui um vasto conhecimento sobre muitos feitiços e encantamentos. Durante a história somos levamos a ler fragmentos do secreto Livro da Bruxa que nos ensina como conquistar várias coisas através da magia e nos ensina também várias lições sobre a vida que nos ajudarão a crescer como pessoa.

A Bruxa de Gévaudan

Opinião

Antes de qualquer coisa, preciso falar das ilustrações que dão mais vida e mais alegria ao livro. Fiquei simplesmente encantada com o trabalho da Carolina Mylius e como as suas belas ilustrações - feitas à MÃO! #ChocadaComOTalento - foram o reflexo perfeito da história contada por Eddie, cada traço e cada detalhe foram peças chaves para que meu processo de leitura ficasse completo, cada ilustração que encontramos pelo livro nos dá a impressão que estamos realmente dentro da história e os personagens estão diante dos nossos olhos. Parabéns Carolina! ^_^

Carolina Mylius e algumas de suas maravilhosas ilustrações do livro Alcatéia.

Como disse no começo do texto, sou uma amante de histórias que envolvem magia, bruxas, seres da floresta e não preciso dizer duas vezes que me A.P.A.I.X.O.N.E.I por Alcatéia. Não conhecia o trabalho da Eddie Van Feu e fiquei surpreendida com seu jeito de escrever e nos cativar em cada linha. Fiquei fascinada pela Bruxa de Gaudeván (*____* hehehe), gostaria muito de conhecer um pouco mais sobre a história desta mulher fascinante e estou aguardando ansiosamente a próxima Lua Cheia para fazer o meu primeiro ritual (não se preocupem, não envolve sacrifício humano HEHEHEHEHE). Eddie conseguiu fazer com que duas histórias completamente diferentes ocupassem o mesmo espaço no livro. A obra possui uma leitura gostosa e um enredo cativante.

Durante toda a leitura fiquei muito apegada ao personagem principal, por ele ser tão corajoso, meigo, sonhador e, é claro, lindo (homens + cabelo grande = Mayra feliz), e posso dizer que sofria com cada cilada em que ele caia (o menino sofreu mesmo gente, é de dar dó T_T), ao mesmo tempo fiquei querendo ter uma linda lobinha chamada Prateada para me seguir aonde quer que eu fosse (ela é uma fofa, sério).

Confesso que fiquei "mais feliz do que pinto no lixo" quando descobri que existe a continuação do livro (GEEENTEEEN, quase morri de felicidade), e ele se chama Lua Carmesin, porque não basta um livro ser perfeito: ele precisa de uma continuação.

Recomendo Alcatéia para todos os amantes de uma boa leitura e principalmente aqueles que amam uma história rica em detalhes que envolva fantasia, magia e um lindo romance com um desfecho incrível. A história nos mostra que apesar das diferenças, o que importa é o que temos no coração. Eddie Van Feu ganhou mais uma grande fã.

E que venha Lua Carmesin!

Rock Kisses!