Vestibular e Leitura


Saudações, caros leitores, como vocês estão?

Antes de mais nada, gostaríamos de deixar claro que o presente texto nada mais é que nossa humilde opinião e que não estamos criticando o gosto literário de ninguém ou dizendo que quem não lê não é um bom cidadão. Estamos apenas propondo uma discussão saudável e expondo um ponto de vista sobre o assunto.


Vestibular é um assunto que algumas pessoas abominam, já que são nessas horas que devemos aplicar todo nosso conhecimento adquirido durante o período de estudos. Por outro lado, temos aqueles que tentam conciliar estudo e leitura, levando muitos a escolherem somente uma das opções

Para alguns, o ato da leitura tem um significado bastante simplório, que às vezes nos remetem a "leitura-lazer". Porém, para outros, o mesmo representa uma atividade diária, de extrema importância e quase que considerada educativa, visto que por meio desta podemos tirar diversos benefícios que em momentos de vestibulares podem ajudar no entendimento ou até mesmo na resolução de alguma questão. 

Em avaliações como o ENEM, resistência e disposição são pontos que assumem papéis importantes para um vestibulando*, justamente quando levamos em consideração uma prova exaustiva, grande e que a todo momento requer atenção e leitura. Devemos ressaltar que a elaboração e aplicação de uma leitura diária pode enriquecer o seu vocabulário, podendo dar salvação na hora da redação, além de ampliar os conhecimentos, bem como a interpretação dos textos e imagens, como charges. Entretanto, uma má aplicação dessa prática também não irá gerar bons frutos. Assim sendo, devemos antes de tudo, organizar o nosso tempo para assim conciliarmos estudos, leituras e outras atividades do nosso cotidiano.

Focar nos estudos é essencial.

No que se refere a livros, não pense que seu professor de literatura estava sendo chato ao obrigá-lo a ler aqueles clássicos que muitos acham insuportáveis, como Vidas Secas, Dom Casmuro, Memórias Póstumas de Brás Cubas, poemas diversificados, entre outros, que são algumas das leituras obrigatórias de alguns vestibulares. O ENEM, por exemplo, cobra bastante do vestibulando conhecimentos ligados a Literatura Brasileira, além de questões relacionadas aos movimentos artísticos e literários, como o expressionismo, o romantismo e o surrealismo, respectivamente.  

Abaixo consta as principais obras cobradas em vestibulares: 

  • Os Lusíadas, de Luís de Camões,
  • Dom Casmurro, de Machado de Assis
  • A Hora da Estrela, da Clarice Lispector
  • Os Sertões, de Euclides da Cunha
  • Vidas Secas, de Graciliano Ramos
  • A Moreninha, de Joaquim Manuel Macedo
  • Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis
  • O Cortiço, de Aluísio Azevedo

Apesar de algumas faculdades não disponibilizarem uma lista de leituras obrigatórias, ter ciência das mais cobradas é essencial. Além disso, recomendo uma leitura mais aberta, dinâmica e que além de tudo, seja espontânea, sem ter aquele pensamento de que tem algo te forçando a fazer aquilo. Fora isso, não leiam somente por ler, leiam por prazer, por paixão por aquilo que representa o mundo, as ideias, por mais loucas e chatas sejam.. 

Caso queira ler mais sobre A Importância da Leitura na Formação do Cidadão, clique aqui.

* Tal terminologia foi utilizada em face ao fato de que algumas Universidades utiliza a nota do ENEM como quesito de admissibilidade, substituindo assim o tradicional vestibular. 

Abraços,
Gustavo Demétrio
GUSTAVO DEMÉTRIO
É Resenhista e CDC aqui no Vida De Leitor. Um ávido leitor que sonha um dia se tornar um Arquiteto de renome. Admirador do universo e grande fã do Stephen King. Seus livros favoritos são: Série Torre NegraTigana, Sherlock Holmes Sob a Redoma. 
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.