Meus 15 Anos - Luiza Trigo


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Sabe quando você lê um livro e sente vontade de sair contando para todo mundo o quanto gostou? É exatamente isso que senti ao terminar esse. Apesar de não fazer parte do público alvo de Meus 15 Anos, me senti deliciada e um pouco saudosa ao acompanhar a história de Bia. Como se não bastasse um enredo cativante, o leitor é presenteado com várias surpresas no decorrer da leitura.






Uma festa de cinema! Este era o sonho de Bia, prestes a se tornar realidade em Meus 15 anos. Ela só não esperava que sua grande noite daria um filme – com direito a drama, romance, comédia e ação de tirar o fôlego. Bia é a protagonista do segundo romance da escritora carioca Luiza Trigo, que vem conquistando seu espaço entre o público adolescente e pré-adolescente desde sua estreia com Carnaval. Da entrega dos convites ao surpreendente desfecho, a autora conta uma história movida a sonhos, paixões, ciúmes, alegrias, decepções e, principalmente, amadurecimento, amizade e amor.





Pelo menos uma vez na vida toda garota já pensou em como seria sua festa de quinze anos, Beatriz é daquelas que sempre desejou uma festa de princesa. Devido a suas excelentes notas, seus pais decidem atender seu desejo e dar a ela um mega baile.

Por gostarem de livros, filmes e serem estudiosas, Bia e suas amigas acabaram sendo taxadas de nerds e isso fez com que o garoto de quem ela gosta sequer notasse sua existência. O grande dia de Beatriz se aproxima e após a entrega dos convites sua festa passa a ser o assunto mais comentado da escola, provocando a ira de Jessica, uma garota metida que acredita que ninguém naquele colégio será capaz de fazer uma festa que supere a dela. Sendo alvo de tanta atenção, Bia terá que focar no que realmente deseja e tornar sua festa algo memorável!

Presencie essa festa memorável!

Mal sabe ela que eu queria ser o seu príncipe de verdade, a sua primeira opção, não o substituto.
Pág.: 50

A escrita da autora é envolvente e a história é leve e divertida, apesar de possuir uma temática voltada para o público juvenil, esse livro é capaz de conquistar até mesmo o leitor que já passou dos quinze a um bom tempo. Os conflitos são bem bobinhos, mas é engraçado ler e perceber que (pelo menos no meu caso isso aconteceu) já passamos por boa parte do que é retratado quando éramos mais novos. Essa é uma história que se encaixa no cotidiano por não relatar nenhuma situação incrivelmente inusitada e improvável, e esse fato acabou fazendo com que o contexto se tornasse ainda mais cativante.

Os personagens são bem construídos e possuem personalidades marcantes. Identifiquei-me muito com a protagonista e seu grupo de amigas, cada uma apresenta uma forma de ser encantadora, engraçada e única. Jessica e sua amiga Rita são as megeras da escola, são tão venenosas quanto cobras ao falarem mal de seus colegas e se sentem superiores a todos que as rodeiam, apesar de Rita ser um pouco mais tolerável, ainda assim não me simpatizei com ela. Thiago é o típico garoto popular e estúpido de quem quase todas as garotas do colégio gostam, enquanto Bruno é um nerd fofo que nutre uma paixão secreta por Bia.


Toda garota já sonhou com sua noite de princesa.

-Por que gostar de quem não gosta de você? - ela perguntou e todas as meninas começaram a rir, inclusive ela. – Meu Deus, isso é tão difícil! A gente sempre quer o cara errado. Mas por que ele não fala com você?
-Porque sou considerada nerd, mãe!
Pág.: 55

Cada capítulo é narrado a partir do ponto de vista de um personagem e isso nos dá uma visão ampla da trama e faz com que os mocinhos e vilões sejam bem definidos. O livro é de fácil compreensão e leitura, a linguagem é jovial e os curtos diálogos algumas vezes são mostrados sobre dois pontos de vistas diferentes, tornando a interpretação mais ampla e complexa. O final é um pouco previsível, entretanto acontecem algumas coisas inesperadas a ponto de fazer com que leitor se divirta e comova. Um detalhe importante que vale a pena ser citado é que a autora é nacional e alguns dos cenários descritos são reais. Os títulos dos capítulos são nomes de filmes como Garota Infernal e Encantada, o livro também contém ilustrações e uma variedade de referencias musicais, cinematográficas e literárias.

A capa é MA-RA-VI-LHO-SA, só vendo para compreender o que quero dizer, os desenhos que representam os personagens e as bolinhas que compõem a moldura possuem verniz localizado, a parte cor de rosa é feita em um material que se assemelha ao emborrachado, porém podem tocá-lo a vontade pois ele não fica facilmente marcado, a contracapa também possui desenhos com verniz localizado, a Rocco está de parabéns pelo capricho que essa edição recebeu. A diagramação está impecável, a fonte utilizada é grande e existe bom espaçamento entre as linhas, as páginas infelizmente são brancas, mas isso não incomoda devido ao tamanho das letras. Cada começo de capítulo conta com a ilustração do personagem cujo ponto de bista acompanharemos, e cada encerramento possui desenhos de estrelas. Não encontrei nenhum erro na revisão. Livro super indicado.

Abraços,
  Tamires Souza
TAMIRES DE SOUZA
É Resenhista aqui no Vida De Leitor. Desenvolveu sua paixão pela leitura ainda criança através de revistas em quadrinhos e desde então não vive sem um livro dentro da bolsa. Recém formada e sonha um dia cursar uma faculdade de Direito. Seus livros favoritos são: Série Rangers Ordem dos Arqueiros, A Seleção e a Série A Mediadora
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.