Promoção + Resenha: A Quase Honrosa Liga de Piratas: O Tesouro da Encantadora - Caroline Carlson


Saudações, caros leitores, como vocês estão?


Piratas são figuras que me intrigam e que fazem parte do meu imaginário, visto que eles são muito polêmicos e aventureiros. Infelizmente, atualmente é difícil nos deparamos com livros que tratam desse assunto, já que seres sobrenaturais como vampiros e afins, acabaram ganhando o público. Contudo, a minha recente leitura, "A Quase Honrosa Liga de Piratas: O Tesouro da Encantadora", além de ter sido ótima, mostrou-se bem estruturada, apesar de ser um infanto-juvenil, misturando diferentes tipos de personalidades, que por si só, causam uma tremenda reviravolta tanto na trama, quanto nos personagens pertencentes. 


Há muitos anos, quando objetos mágicos eram tão comuns quanto panelas nos lares de Augusta, a magia era controlada por uma feiticeira muito poderosa: a Encantadora das Terras do Norte. Certo dia, cansada de sofrer ataques de cidadãos que queriam usar os poderes de maneira ilícita, ela resolveu se vingar: recolheu a maioria dos itens mágicos do reino e desapareceu, deixando os cidadãos sem notícias de seu paradeiro nem desse magnífico tesouro. Anos depois, quando Hilary Westfield decidiu que queria ser pirata, nem imaginava que estava prestes a participar da caça ao maior tesouro de todos os tempos. Afinal, tudo o que a preocupava era fugir da Escola da Senhorita Pimm para Damas Delicadas, onde as jovens da alta sociedade aprendiam a valsar, desmaiar e se comportar à mesa. Hilary não via utilidade nenhuma naquelas lições e queria se juntar à Quase Honrosa Liga de Piratas. Qualificações não lhe faltavam, mas a Liga não admitia garotas em sua equipe de algozes e pilantras. Decidida a partir para alto-mar a qualquer custo, Hilary responde ao anúncio de um pirata autônomo em busca e membros para sua tripulação. De repente, ela se vê no meio de uma aventura marítima em busca do tesouro mais valioso do reino: o tesouro da Encantadora. Para encontrá-lo, ela contará com um mapa sem X e precisará enfrentar o vilão mais traiçoeiro — e surpreendente — de todos os mares.

Depois de ser recusada no programa de aprendizagem da Quase Honrosa Liga de Piratas, Hilary Westfield se encontra sem escolhas, a não ser ir forçadamente para a Escola da Senhorita Pimm para Damas Delicadas. Vendo isso como uma não-atitude de uma pirata, ela tenta dialogar com seu pai, o almirante Westifield, que odiava a pirataria mais que tudo, sendo tal diálogo infrutífero. 

Mesmo sem querer ir, Hillary, junto de sua gárgula mágica e sua governanta, a Sra. Greyson, estava a caminho do temível destino, a Escola da Senhorita Pimm para Damas Delicadas, onde eram ensinadas lições com o intuito de formarem damas decentes para a alta sociedade de Augusta. Entretanto, perambulando pelos vagões do trem, visando fugir, ela se depara com dois homens, o Sr. Smith e o seu pupilo, Charlie. Já na escola, ela se despede da governanta e vai para seu quarto, onde conhece sua companhante, Claire, que mais tarde a ajudaria a realizar seu maior desejo: se tornar uma pirata, ou melhor, a possibilidade de se tornar uma. 

Image and video hosting by TinyPic
Mapa do reino de Augusta | Veja aqui em tamanho ampliado.
"Algumas palavras sobre MAGIA:
Magia é uma substância com certas propriedades peculiares, descoberta nas colinas de Augusta muitos séculos atrás. Embora sua aparência seja similar à do ouro, seu comportamento é muito diferente: quando alguém segura uma porção de magia, ela obedece aos pedidos verbalizados por essa pessoa. Diz-se que ela extrai seu poder da própria usuária da magia, e poucos indivíduos são suficientemente poderosos para usá-la em grandes quantidades sem ficarem atordoados ou exaustos. [...]"
Pág. 60
Um dos pontos que mais admirei nessa obra foi justamente a sua narrativa, dado que esta se mostrou bastante fluida e, equilibradamente, eletrizante. Contudo, percebi em alguns momentos repetições de ideias que já foram apresentadas anteriormente, algo que pode acabar "estressando" alguns leitores. Posso dizer que a visão dinâmica, proporcionada pela utilização da terceira pessoa, fora bem utilizada, posto que os acontecimentos foram narrados de forma ampla e detalhada. Além disso, no final de cada capítulo há trechos feitos em cartas - com a perspectiva de alguns personagens - e artigos de jornais pertencentes ao reino de Augusta.

Ressalto que o reino criado pela autora foi muito bem pensado. O fato de uma porcentagem estar nas mãos da alta sociedade de Augusta, foi um dos principais pontos positivos que notei nessa obra, visto que é visível a desigualdade social que o reino está enfrentando, o que, consequentemente, acaba fomentando a pirataria, que buscam o tesouro que pertencia à Encantadora.

Nesse livro encontramos personagens com diferentes personalidades, o que acaba culminando em figuras cativantes, outras nem tanto, porém, bem construídas. Apesar de ter gostado da coragem e da audácia que Hilary transpirava, foi justamente a Sra. Greyson que chamou a minha atenção, já que ela em nenhum momento deixou de utilizar argumentos fortes e nem se desfez do seu linguajar requintado, mesmo perante os piratas. Ademais, recomendo que observem atentamente as atitudes de alguns personagens,  pois alguns tem extrema importância, apesar de não demonstrarem. 

Image and video hosting by TinyPic
Caroline Carlson, autora do livro.
"Que meu tesouro permaneça escondido
Por toda a eternidade junto comigo"
Pág. 204
O final foi um verdadeiro dilema, dado que uma parte dele já era previsível desde o meio do livro, porém, de forma geral achei-o inesperado e diferente, se levarmos em conta a politica dos piratas. Entretanto, gostei dessa obra pelo fato dela ser divertida e, de um jeito ou de outro, ela acaba rendendo a sua atenção, o que impulsiona a leitura em busca de respostas e aventuras em alto mar. 

No inicio de cada capitulo há ilustrações que representam algum objeto da trama, o que deixa a diagramação bem trabalhada, além disso, há um mapa do reino de Augusta. A edição conta com fontes médias, folhas amareladas e uma bela capa, representando o Pombo, navio pirata, e a sua tripulação. A revisão está impecável. Leitura recomendada!

Promoção


Querem levar para casa um exemplar de "A Quase Honrosa Liga de Piratas: O Tesouro da Encantadora"? Para concorrer é simples, basta preencher as primeiras duas entradas e você já está participando. Contudo, caso queira mais chances de ganhar, assim que a referida entrada for preenchida, as EXTRAS serão liberadas e algumas delas podem ser usadas todo dia, ou seja, muito mais chances para você.

A opção "tweet about the giveawey" é renovada a cada 24 horas, ou seja, todo dia que você tweetar a frase e preencher essa entrada, seu nome será adicionado mais vezes.

Qualquer dúvida quanto ao uso do formulário basta entrar em contato pelos comentários ou pela aba de "Contado" no menu do blog.

a Rafflecopter giveaway


Parabéns Vanessa! Um e-mail foi enviado e você deve responder com seus dados completos em até 48 horas. Caso não o faça no prazo estabelecido, um novo sorteio será realizado. 



Importante

  1. O ganhador deverá responder ao e-mail que mandarmos em até 48 horas. Caso não o faça um novo sorteio será realizado.
  2. O livro será ENVIADO pela editora em até 30 dias.
  3. O blog não se responsabiliza por danos ou extravios causados pelos Correios.
  4. Caso o ganhador forneça o endereço errado e o pacote retorne, o mesmo perderá o direito ao prêmio.
  5. O ganhador deve ser residente e domiciliado em território nacional.
  6. O ganhador que descumprir alguma das regras será desclassificado.

"Que a sorte esteja sempre a seu favor!!"

Abraços,
Gustavo Demétrio
GUSTAVO DEMÉTRIO
É Resenhista e CDC aqui no Vida De Leitor. Um ávido leitor que sonha um dia se tornar um Arquiteto de renome. Admirador do universo e grande fã do Stephen King. Seus livros favoritos são: Série Torre Negra, Sherlock Holmes Sob a Redoma. 
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.