Old But Gold: Sacode a Sininho Para Ver Se Faz Barulho


Hey pessoal, tudo bem?

Quando falamos em fadas, dificilmente nos vem outra imagem à cabeça que não a da fadinha Edward Cullen Sininho - Tinker Bell -, ou até mesmo das fadas Madrinhas, como no caso da Cinderela. Mas na realidade, as fadas não tiveram origem nos contos de fadas que nossos pais nos contavam quando pequenos, mas sim na mitologia celta, anglo-saxã, nórdica e germânica. As criaturas que são tidas como as fêmeas dos elfos, geralmente são retratadas como figuras humanas femininas diminutas, com asas de libélula e com varinhas de condões.

Driade - Fada da Floresta

O que muitos não sabem é que fadas, elfos, gnomos, duendes, etc, pertencem a uma raça chamada Fae, que é basicamente o "povo da floresta". Esse povo possui uma variedade sem tamanho, tendo várias versões dependendo de qual mitologia está sendo retratada, como é o exemplo das Driades e Ninfas presentes nas obras do tio Rick Riordan, que são, respectivamente, fadas das árvores/florestas (em suma os carvalhos) e das águas, sendo esta última muitas vezes confundida com sereias.

Por incrível que pareça, isso não é uma fada! Parece MUITO, mas não é!

Outro exemplo que temos desses dois tipos de fada são os presentes na aclamada série de filmes e livros Crônicas de Nárnia. Lembram das pétalas de flores que assumem a forma humana e dançam, ou os espíritos aquáticos que tentam avisar que o barco do Príncipe Caspian deve se afastar da ilha? Então, aqueles são exemplos de fadas. Apesar de serem em suma taxadas de seres pequenos com asa de libélulas ou bolas de luz com asas normais (vide o famoso jogo Zelda da Nintendo), elas não são limitadas a estas formas e podemos encontrar seus mais variados exemplos na literatura atual, como a série Encantados do Ferro, Bruxa do Ferro (segundo algumas mitologias, os Fae são alérgicos ao ferro), Terrível Encanto e outros.


Etimologicamente falando, fada provém do latim fatum, que significa destino, fado e exatamente por esta razão é que acredita-se que ela seja um ser mágico que influencia positivamente no destino das pessoas. Os estudiosos da teosofia (conjunto de conhecimento que reúne filosofia, religião e ciência) defendem que as fadas seriam os seres responsáveis pela defesa dos quatro elementos (ar, água, fogo e terra). Na cultura popular, temos ainda a famosa fada do dente, que troca os dentes das crianças por presentes durante a noite.

Dama do Lago - Guardiã da Excalibur. 

Na literatura e cinema, temos algumas fadas famosas, com poderes diferentes, mas não menos interessantes:

- Morgana - a fada protetora do Rei Arthur;
- Thinker Bell (Sininho) - fiel companheira do Peter Pan;
- Sookie Stackhouse - personagem meio fada e meio humana da série True Blood, de Charlaine Harris;
- Fadas mordentes - são pragas domésticas e venenosas nos livros de Harry Potter;
- Dama do Lago - De nome Viviane - Amante do mago Merlin e que é apresentada muitas vezes como a guardiã da Excalibur;
- As Musas - seres que são responsáveis pela inspiração e criatividade da humanidade - presentes da série de TV Charmed. 

Chegamos então à conclusão de que tomar as Fadas como algo frágil e delicado, pode, muitas vezes, ser o primeiro e último erro que muitas pessoas vão cometer, afinal, tamanho não é documento e são nos pequenos frascos que são guardados os mais mortais venenos e mais caros melhores perfumes!.

Texto por Matheus Braga e Chrys Audi. Selo Alphabeta de qualidade.

Abraços,
  Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 9º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.