Destrua Este Diáro - Keri Smith

Hey pessoal, tudo bem?

Como este livro não possui uma história propriamente dita, este post será mais para mostrar as destruições que outros leitores fizeram - não relato as minhas experiências pois elas foram meramente destrutivas, ao passo que outros leitores foram verdadeiros artistas. Espero que gostem e que comprem um exemplar para destruir, afinal, é relaxante e um ótimo meio de praticar o desapego... HAHAHAHA. 




‘Wreck This Journal’ é um livro ilustrado que contém uma perturbadora coleção de tarefas que pedem aos leitores que juntem suas melhores habilidades em erros e bagunças para completar as páginas do livro (ou destruí-las). Através de uma série de criativas e ilustradas tarefas, Keri Smith quer encorajar seus leitores em atos “destrutivos” – deixando buracos em páginas, adicionando fotos e estragando-as, manchando páginas com café, pintando fora das linhas e mais – com o objetivo de experimentar o verdadeiro processo criativo. Através da sensibilidade de Keri, leitores são introduzidos a uma nova maneira de fazer arte, descobrindo maneiras de escapar do medo de páginas em branco e entrando completamente no processo criativo. 
O objetivo do livro é estimular a criatividade do leitor por meio de instruções que irão destruir - ou criar, como é feito em abundancia - o livro, ou seja, a autora dá instruções básicas do tipo "descubra uma maneira de juntar estas duas páginas" e o resultado pode ser algo desde simplesmente colá-las, até a arte que foi feita na imagem abaixo. 


Eu, como não tenho tanta criatividade como as pessoas que estão sempre postando fotos na página oficial do livro, clique aqui, acabo por fazer coisas mais simples, como apenas colar ou costurar as páginas. Devo confessar que é difícil fazer isso, afinal, mesmo que esse seja o objetivo do livro, é sempre doloroso rasgar uma página ou ir tomar banho com o diário - motivo este pelo qual comprei 2 diários, uma para destruir e o outro para deixar intocado na estante (sim, tenho problemas; me internem ¬¬).


Li em algum lugar, não me lembro onde, que outro objetivo que a autora buscou alcançar foi o de que pequenos atos de rebeldia e extravagância, quando implementados em nosso dia-a-dia, podem fazer com que você viva sua vida mais livremente. Obviamente que ela quis dizer pequenos atos como: não desvirar o chinelo por medo de sua mãe morrer, deixar de tirar o lixo por um dia e etc... e não para você fundar uma facção anarquista e tentar tomar o poder para si (se fizer, me chama o/). Todas as imagens desse post foram tiradas da página oficial do livro, confira abaixo mais algumas obras de arte. ^_^




E você? Teria coragem de destruir seu diário?

Abraços,
  Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 8º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.