Dividida - Amanda Hocking

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

A série Trylle é composta por três livros : Trocada, Dividida e Rainha. Essa trilogia conta a história de Wendy, uma troll com poderes extraordinários e um reino em suas mãos e hoje trago para vocês a resenha da continuação dessa série que retrata criaturas fantásticas pouco trabalhadas na literatura atual. Quem tiver interesse de ler a resenha de Trocada, basta acessar este link aqui.





Segundo volume da trilogia Trylle, do fenômeno da autopublicação Amanda Hocking, Dividida traz de volta a jovem "changeling" Wendy Everly, uma criança troll trocada secretamente logo após o nascimento por uma humana normal. Se em Trocada, primeiro livro da série, ela descobre sua verdadeira origem e é levada para o mundo mágico de Trylle, agora Wendy se depara com uma rival e se pergunta qual é realmente o seu lugar. Dividida entre dois mundos, a protagonista da série de maior sucesso de Amanda Hocking tem que decidir entre o amor e a obrigação, abordando questões caras aos jovens numa emocionante trama de fantasia.
Após ser sequestrada pelos Vittras, Wendy começa a descobrir um pouco sobre suas origens e o passado de Elora e esse conhecimento culminará em uma decisão que afetará todo o reino e responsabilidades que ela não quer assumir.

Durante o tempo em que esteve presa, Wendy conheceu Loki, um markis Vittra super charmoso que demonstra afeição por ela. Quando volta para Förening ela começa a ter aulas com Tobi e descobre que é mais poderosa do que imaginava, assumindo então o pensamento de que se aprimorar mais seus poderes poderá proteger quem ama ao invés de depender sempre de alguém para salvá-la e é nesse momento que Loki reaparece mexendo com os pensamentos da princesa e fazendo com que ela tenha que tomar uma escolha.

Finn que é o cara por quem a futura rainha é apaixonada encontra-se distante e confuso em relação a ela como se tivesse que agir de forma fria e distante para afastá-la, enquanto isso Loki não mede esforços para seduzi-la e assim acaba sendo formado uma espécie de triângulo amoroso.

Fotos retratando alguns personagens

"- Eu simplesmente tomaria você nos braços e a abraçaria até você se derreter.
- Falando assim, fica até parecendo algo romântico. - Enruguei o nariz, lembrando-me como ele tinha feito eu desmaiar ao me encarar. Não tinha sido algo doloroso, mas também não tinha sido nada agradável.
- Mas é romântico quando eu imagino."
Pág 55
Qualquer leitor já se sentiu frustrado ao ler o primeiro livro de uma série achar ele ótimo e ver que a continuação é péssima, mas nessa série isso não ocorre pois o segundo volume consegue superar o anterior, e este fato me fez criar grandes expectativas sobre o próximo.

A história se desenrola de forma envolvente e a todo tempo ocorrem revelações que fazem com que o leitor queira descobrir um pouco mais a cada virar de páginas. As personalidades de cada personagem se revelam um pouco mais em Dividida e Wendy, que em Trocada foi considerada um pouco chatinha, dessa vez apresenta características agradáveis em uma protagonista fazendo com que eu realmente torça para que tudo se ajeite em sua vida. A história agora também conta com a presença de Loki, e devo confessar que me encantei por ele vez que o cara é sexy e engraçado. Os conflitos com os Vittras ganham mais destaque e a história fica ainda mais emocionante pelo simples fato de passarmos a entender quem são os verdadeiro s inimigo e quais razões os levam a atacar.

O cenário é majestoso como era de se esperar de uma história de princesa e os diálogos são bem desenvolvidos mostrando como a escrita da Amanda é impecável nesse ponto.

Manter um reino exige certos sacrifícios

"Joguei os braços ao redor dele, e por um breve segundo ele me abraçou. A força do abraço me fez saber o quanto ele estava preocupado comigo. Mas, quase no mesmo instante em que senti isso, ele me afastou."
Pág. 81
A capa, assim como a do primeiro livro, é muito bonita e segue o mesmo padrão emborrachado com verniz no título e a foto de uma menina em uma espécie de jardim. O legal é que a história se passa no inverno e tiveram o cuidado de combinar isso com a capa. A diagramação é bem simples e a linguagem utilizada é de fácil compreensão, não havendo erros de revisão, facilitando a leitura. A tradução foi feita por Priscila Catão. Leitura mais que recomendada.

Confira mais novidades no Site, Twitter e Facebook da Editora Rocco.

Abraços,
  Tamires Souza
TAMIRES DE SOUZA
É Resenhista aqui no Vida De Leitor. Desenvolveu sua paixão pela leitura ainda criança através de revistas em quadrinhos e desde então não vive sem um livro dentro da bolsa. Está terminando o Ensino Médio e sonha um dia cursar uma faculdade de Direito. Seus livros favoritos são: Série Rangers Ordem dos Arqueiros, A Seleção e a Série A Mediadora
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.