Promoção + Resenha: Quem poderia ser a uma hora dessas? - Lemony Snicket

Hey pessoal, tudo bem?

Com uma narrativa única e amplamente conhecida por muitos de vocês, nosso querido Lemony Snicket - autor da aclamada saga Desventuras em Série - nos apresenta a história do jovem Lemony, um investigador que possui o terrível hábito de só fazer as perguntas erradas. Embarque nessa aventura para desvendar o roubo de um objeto que não foi roubado. 


Em uma cidade decadente, onde se criam polvos para a produção de tinta, onde há uma floresta de algas marinhas e onde um dia funcionou uma redação de jornal em um farol, um jovem Lemony Snicket começa o seu aprendizado em uma organização misteriosa. Ele vai atender seu primeiro cliente e tentar solucionar o seu primeiro crime, aos comandos de uma tutora que chama carro de “esportivo” e assina bilhetes secretos. Lá, ele vai cair na árvore errada, vai entrar no portão errado, destruir a biblioteca errada, e encontrar as respostas erradas para as perguntas erradas - que nunca deveriam ter passado pela cabeça dele. Ele escreveu um relato sobre tudo o que se passou, que não deveria ser publicado, em quatro volumes que não deveriam ser lidos. Este é o primeiro deles.
A obra conta a história do jovem Lemony, um investigador mirim que sob a supervisão de S. Theodora Markson irá investigar o roubo de uma estatueta em uma cidade à beira-mar, mas que não está mais na beira do mar. Confuso? Sim, mas o vilarejo de Manchado-Pelo-Mar esconde terríveis segredos e é lar para pessoas muito peculiares. Quem será o ladrão? Quem é a misteriosa correspondente do jovem Lemony? Quem poderia ser a uma hora dessas? 

Uma das ilustrações que estão presentes ao longo do livro

"- Nunca se sabe. Dizem que em toda biblioteca existe um livro capaz de responder a uma questão que queima como fogo em sua mente."
Pág. 76

Como já é sabido (acho essa palavra tão feia ¬¬) por vocês, o estilo narrativo do Tio Snicket é algo bem leve e descontraído, destinado mais ao publico pré-adolescente/adolescente/pessoas de 80 anos que ainda são crianças, e foi sabendo disso que comecei a leitura desta obra e confesso que me diverti bastante. Por isso, se espera algo muito complexo ou um caso policial digno de Harlan Coben você irá se decepcionar, mas isso não quer dizer que não irá se descontrair, muito pelo contrário, já que Lemony consegue arrancar gargalhadas dos leitores em situações até mesmo mórbidas - vide as dedicatórias a Breatice que ele faz na série Desventuras. 

O livro faz jus ao nome da série - Só Perguntas Erradas - vez que o personagem principal só faz perguntas erradas (Capitão Óbvio mandou lembranças Matheus ¬¬). Contudo, de todas as perguntas feitas a que mais me intrigou e me deixou curioso foi "O que o S. quer dizer?" feita por quase todas as pessoas que se encontram com a Theodora e ela se recusa a responder, me deixando com uma pulga atrás da orelha e morto de curiosidade para saber o real nome da mentora do nosso protagonista.

Cartão de visita, bottons e cartão portal de Manchado-Pelo-Mar

"- Você é mesmo uma excelente jornalista - eu disse.
- Elogios me entediam, Snicket. Você veio roubar a estatueta ou não?
- Sim - resolvi dizer. - Você se importaria muito?
- De forma alguma - ela disse, sorrindo ainda mais e se encostando na porta do farol para fechá-la."
Pág. 103

Os personagens se enquadram perfeitamente à proposta do livro e isso foi um ponto positivo. De todos, os que mais gostei foram os irmão que pilotam o táxi do vilarejo e no lugar de dinheiro cobram indicações de bons livros - achei isso genial e muito minha cara. O personagem principal demonstra ser um pequeno gênio, mas sua tutora, a Theodora, é uma daquelas pessoas que acham que só porque são mais velhas elas sabem mais e são melhores que outros e isso me dava nos nervos em alguns momentos, vez que ela mais atrapalhava do que ajudava.  

A edição da Seguinte está impecável. A capa é feita com um material meio emborrachado e foi impresso em papel cartão polvo ( disso que estou falando > AQUI). A diagramação é muito bonita e cada inicio de capítulo temos uma imagem em tons azuis, preto e branco que demonstram algo relacionado com alguma cena por vir. Não achei nenhum erro de revisão ou alguma passagem que demonstre erro de tradução. Leitura mais que recomendada.

Bom pessoal, normalmente eu coloco só dois quotes em cada resenha para não ficar algo muito cansativo ou dar muitos spoilers para quem ainda não leu a obra, mas para vocês entenderem quando digo que a narrativa do Tio Snicket é única e engraçada, segue abaixo um pequeno trecho:

"Existe um método simples para encontrar uma pessoa quando você ouve seus gritos. Primeiro, pegue uma folha em branco e um lápis bem apontado. Depois, trace nove colunas, cada uma delas com quatorze casas. Então, jogue o papel fora e encontre quem estiver gritando para poder ajudá-lo."
Pág. 157

Promoção

Muitos de vocês comentaram outro dia que estavam cansados dos formulários de promoções que sempre usamos e por isso decidimos que, sempre que possível, iremos fazer algumas promoções e concursos diferentes, assim vocês não dependerão da sorte, mas sim, da sua própria criatividade. 

Assim sendo, para participar dessa promoção é muito fácil. Basta deixar nos comentários seu nome, e-mail para contato e responder à pergunta:
"Quem poderia ser a uma hora dessas? E o que ele(a) veio fazer?"
A melhor e mais criativa resposta leva para casa um exemplar do livro "Quem poderia ser a uma hora dessas?", marcadores da editoria Seguinte e bottons. 

Quer saber das novidades e lançamentos da Seguinte e do meio literário em geral? Curta a Fan Page da Editora e a do Vida de Leitor.

OBS: O comentário com a resposta não conta para os fins da promoção Top Comentarista. Contudo, caso junto com a resposta você comente sobre a resenha, este sim será válido. 

Importante
  1. O ganhador deverá responder ao e-mail que mandaremos em até 48 horas. Caso não o faça o segundo colocado levará o prêmio.
  2. O livro será ENVIADO pela editora Seguinte em até 30 dias.
  3. O blog não se responsabiliza por danos ou extravios causados pelos Correios.
  4. Caso o ganhador forneça o endereço errado e o pacote retorne, o mesmo perderá o direito ao prêmio.
  5. O ganhador deve ser residente e domiciliado em território nacional.
  6. Respostas ofensivas ou que violem a legislação nacional, bem como os sensos de cordialidade e convivência,  serão automaticamente desclassificadas e a referida pessoa será banida do Vida de Leitor.
"Que a sorte esteja sempre a seu favor!!"
Abraços,
    Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 8º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos
Twitter/Facebook/Skoob/Ask - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.