Sangue na Neve - Lisa Gardner


Olá pessoal, tudo bem?

Estou começando a me tornar viciada em tramas policiais, tanto livros quanto séries de TV, e a autora Lisa Gardner vem se tornando uma das minha autoras favoritas do gênero. Esse é apenas o segundo livro da autora que leio e já mal posso esperar pelo próximo. 




A policial Tessa Leoni matou seu marido, Brian Darby, em legítima defesa. A arma do crime está à vista de todos e os hematomas no corpo de Tessa confirmam a ocorrência. A policial também não fez questão de fugir, ou de arrumar qualquer justificativa para explicar aquele corpo estendido no chão da cozinha, portanto, aparentemente, o que a investigadora D.D.Warren tem à sua frente é o desfecho de uma briga doméstica. Um caso simples. No entanto, ao abrir o inquérito, D. D. terá uma surpresa: este não é o primeiro homicídio de Tessa Leoni e — afinal — onde está a filhinha de seis anos da policial? Será que a policial Leoni realmente atirou em seu marido para matá-lo? Uma mãe seria capaz de prejudicar intencionalmente sua filha? D. D. Warren, a experiente detetive que acredita que desvendar um caso é como mergulhar na vida do criminoso, enfrentará mais uma investigação que a levará a uma busca frenética por uma criança desaparecida enquanto tenta encaixar as peças de um mistério familiar que a levará a quebrar os muros do corporativismo policial.
Com a mesma narrativa ágil e dinâmica, nessa nova trama iremos mais uma vez acompanhar a detetive D.D. Warren na investigação de um novo caso e, como aconteceu no primeiro livro com a personagem publicado no Brasil, Viva Para Contar (resenha aqui), os capítulos onde ela aparece são descritos em terceira pessoa, enquanto os capítulos que descrevem o ponto de vista da vitima/suspeita são narrados em primeira pessoa. Não sei dizer se é apenas por causa disso, mas aconteceu novamente de eu não me ligar tanto à detetive quanto me liguei à outra personagem, Tessa Leoni. Mas, não vejo isso como um problema.

Quanto a trama apresentada nesse livro, não foi tão perturbadora quanto a do primeiro, mas foi igualmente viciante e bem montada. Tessa Leoni foi uma personagem muito bem construída e que me cativou. Ela me trouxe sentimentos ambíguos durante quase toda a leitura, as vezes ela parecia ser culpada, as vezes vítima. Foi difícil de entender suas atitudes e motivações por boa parte do livro.

Já a detetive D. D Warren continua durona, mas não tanto quanto no livro anterior. Ela agora está vivendo com Alex, o investigador e professor universitário que aparece em Viva Para Contar, e a sua atual gravidez a está deixando mais emotiva e vulnerável. O fato do caso envolver uma criança desaparecida que supostamente pode estar morta a deixa bastante abalada e seu parceiro, Bobby, não deixou de perceber isso por mais que ela busque disfarçar. Ela ainda não me conquistou totalmente, mas espero conhecer um pouca mais dela nos próximos livros.

Esse é o quinto livro da série da detetive D. D Warren e a editora Novo Conceito estará publicando o segundo volume nas próximas semanas (não entendi porque não publicar o primeiro de uma vez). Com certeza já está na minha lista de próximas leituras. Série recomendadíssima para aqueles que gostam de ótimas tramas policiais.

Livros da série :

1 – Alone. (Não Publicado no Brasil)

2 – Esconda-se (lançado esse mês no Brasil)

3 – The Neighbor. (Não Publicado no Brasil)

4 – Viva para Contar.

5 – Sangue na Neve.

6 – The 7th Month. (Não Publicado no Brasil)

7 – Cath Me. (Não Publicado no Brasil)


Abraços,
   Carol Mylius
CAROLINA MYLIUS
Colaboradora e Resenhista aqui no VDL e tem um BLOG com todos os seus trabalhos. É ilustradora por profissão e por paixão. Ama os livros desde criança e tem a sorte de trabalhar com eles buscando ajudar os autores a mostrar um pouco de sua obra através das capas que ilustra. Seus livros favoritos são: Tiger's Curse, PerdidaA Primeira Regra do Mago, Série Academia de Vampiros.
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com


Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.