Laços de Sangue - Richelle Mead



Hey pessoal, tudo bem?

Recebi a prova antecipada deste livro em parceria com a editora Seguinte e devo dizer que foi uma leitura para lá de bem-vinda. Sou um grande fã da série Academia de Vampiros e ter a oportunidade de rever alguns dos personagens da série original me proporcionou uma grande nostalgia. Não vejo a hora de colocar as mãos em O Lírio Dourado, segundo livro dessa nova série da nossa querida Richelle Mead. Laços de Sangue encontra-se em pré-venda e seu lançamento está previsto para o dia 21 deste mês.


Sydney estava encrencada. Em sua última missão, ela tinha ajudado a dampira Rose Hathaway a escapar da prisão, e essa aliança foi considerada uma traição grave, já que vampiros e dampiros são criaturas terríveis e antinaturais, ameaças àqueles que os alquimistas devem proteger - os humanos. Com sua lealdade colocada em questão, Sydney se sente obrigada a voluntariar-se para uma tarefa nada agradável - ajudar a esconder Jill Dragomir, uma princesa vampira que está sendo perseguida por rebeldes que querem o poder. Caso ela seja capturada e assassinada, a rainha Lissa ficará sem nenhum parente vivo e, como manda a lei, terá de abdicar do trono - o que culminará numa guerra civil tão sangrenta no mundo dos vampiros que certamente afetará a humanidade.Assim, pelo bem dos humanos, Sydney aceita se disfarçar de estudante e passa a conviver diariamente com Jill e seu guardião Eddie, quando os três são matriculados como irmãos no último lugar em que qualquer um procuraria a realeza dos vampiros - a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, na Califórnia. Mas entre uma pizza e outra, entre um jogo de minigolfe e uma conversa sobre garotos, ela começa a ter a sensação de que talvez esses seres estranhos não sejam tão maus assim, principalmente Adrian, um vampiro muito próximo de Jill que desperta os sentimentos mais contraditórios - e proibidos - em Sydney...

Sei que muitos de vocês ainda não leram a série AV, então vou fazer um mini glossário para que vocês não fiquem completamente perdidos.

Moroi: Vampiros que envelhecem e morrem como os seres humanos, mas além de ter uma vida mais longa, eles possuem controle sobre os 5 elementos: água, ar, terra, fogo e espírito, sendo este último o mais raro deles.

Strigoi: São os vampiros que nós conhecemos. Morrem à luz do sol, são imortais, super rápidos e muito fortes, contudo, eles não possuem ligação com a natureza o suficiente para dominar algum elemento. Se um Moroi mata alguém ao beber todo o seu sangue, ele se torna um Strigoi.

Dampiro: Fruto do relacionamento de Morois e Humanos, ou seja, são meio-vampiros. Possuem resistência ao sol e habilidades de luta incríveis. Atuam como guarda-costas da realeza Moroi ou daqueles que detêm algum tipo de poder político ou financeiro. 

Alquimistas: Humanos que tem conhecimento sobre as criaturas desse mundo e tem o objetivo de proteger os demais humanos e impedir que eles descubram sobre as demais raças. Possuem grande conhecimento de ciências políticas, química e biologia.

Sydney Sage é uma alquimista que foi acusada de traição por ajudar Rose e a Rainha Dragomir em uma missão e, como consequência, foi afastada de seus deveres como alquimista. Contudo, em sua ausência, sua irmã ia ser obrigada a adentrar nesse mundo de perigos e como ela tem apenas 12 anos Sydney fez de tudo para ser mandada em seu lugar para um missão muito especial: impedir que a Princesa Jill Dragomir fosse assassinada. Entre enfrentar a ameça iminente e descobrir que um dos mais bem guardados segredos dos alquimistas está sendo vendido para adolescentes de um internato, Sydney terá que provar para sua família que sua lealdade continua com os alquimistas, mas também fará de tudo para ajudar seus amigos, mesmo que para isso tenha que ir contra tudo o que aprendeu durante sua vida. 

Essa mulher linda é a Tia Richelle, autora destes magníficos livros

"Os alquimistas lidavam com segredos o tempo todo, e apesar do meu passado cheio de percalços eu ainda era alquimista o bastante para me ressentir quando me negavam respostas. Felizmente, eu também era alquimista o suficiente para caçar as respostas por conta própria."
Pág. 76

Richelle Mead tem um talento descomunal para prender o leitor às páginas de seus livros de maneira a fazê-los lerem suas obras em menos 2 dois dias e essa é uma das qualidades que mais admiro em um autor. Penso que a qualidade na escrita e o desenvolvimento de seus personagens, bem como cenários, são fatores que contribuem para o sucesso de um livro e isso a Tia Mead tem de sobra. Durante a leitura de Laços de Sangue, perdi as contas de quantas vezes me vi torcendo para que determinado personagem sofresse uma morte lenta e dolorosa e em outros momento torcendo para que tudo desse certo para esse mesmo personagem. Sim, ela consegue jogar dessa maneira com nosso sentimentos e predileções e esse é um dos maiores charmes do livro.

Os personagens são bem trabalhados e o amadurecimento de alguns - em comparação com Academia de Vampiros - é algo gritante. Eddie Castile é um deles e a diferença que ela mostrou entre o "Eddie Aluno" e o "Eddie Guardião" foi algo que só serviu para comprovar o que já sabia: Mead sabe construir seus personagens como ninguém (talvez o Tio Martin, mas isso não vem ao caso). De todos os personagens, os que mais me cativaram foram Sydney e Adrian, que são completamente opostos um do outro. Ela com seu comportamento mais ortodoxo e disciplinado e ele com seu temperamento impulsivo e descontrolado são uma combinação que fazem o leitor dar grandes gargalhadas. Não gostei muito de Jill, achei-a mimada e pouco solicita ao ajudar no "disfarce" de sua missão. Sério pessoal, ela não fazia de nada para se entrosar ou parecer uma aluna de ensino médio normal.

Capa da Versão Americana

"- Você era um Strigoi antes - sussurrei, sem nem mesmo ter certeza se eu mesma acreditava no que dizia.
Ele recuou um pouco com os olhos cinzentos arregalados e com um brilho febril.
- Antes eu era um deus! E vou voltar a ser. Isso eu juro."
Pág. 371

Não é necessário ler Academia de Vampiros para entender a história de Laços de Sangue, já que a autora escreveu-o com o pensamento de que nem todo mundo já leu a série original, contudo, para quem já começou a ler, recomendo que termine-a antes de começar a série Bloodlines, pois, como ela narra fatos futuros, você verá spoilers como quem é a nova rainha dos Moroi ou o que aconteceu com Rose e Dimitri.

O trabalho da editora estava impecável. Mesmo sendo uma prova antecipada - lançamento oficial dia 21/06 - não encontrei erros de revisão, tradução ou digitação. A capa e diagramação são simples, contudo, a lombada usada no livro tem um designe fenomenal, sendo uma das mais bonitas da minha estante até o momento. Confira na foto abaixo para ver do que estou falando! Por fim, recomendo a leitura de Laços de Sangue e garanto que será uma leitura muito proveitosa.


Abraços,
    Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 7º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos
Twitter/Facebook/Skoob/Ask - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.