Belezas Perigosas - Libba Bray


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Eu posso dizer que meu ano começou bem no que diz respeito a leituras. Acabei de terminar o segundo livro da série Gemma Doyle da autora Libba Bray e, até o momento, essa vem se tornando uma de minhas séries YA sobrenaturais favoritas. E o fato de a história se passar no século XIX contribui mais ainda para isso. Pensei em fazer uma resenha abordando os dois livros juntos, mas acontecem muitas coisas em cada um e achei que o post ficaria enorme, portanto vou falar apenas do primeiro.

Ambientado entre a Índia e a Inglaterra, no fim do século XIX, e narrado em primeira pessoa pela protagonista a partir do dia do seu 16º aniversário, o romance possui uma narrativa elegante e envolvente que nos transporta para um mundo belo e assustador, o mundo interior de Gemma Doyle, uma menina que precisa descobrir seus próprios segredos para dominar uma mente inquieta e um coração cheio de vida, questionamentos e angústias.Após assistir à morte de sua mãe duplamente – numa visão perturbadora que logo se confirma real – no dia do seu aniversário, em uma tarde quente e agitada em Bombaim, Gemma é mandada para Londres, onde o irmão se encarrega de matriculá-la na tradicional escola Spence para moças. Sob o lema "graça, charme e beleza", Spence, guarda, no entanto, em seu bosque, onde às vezes aparecem ciganos, sua capela, seus recantos secretos, mistérios que farão com que Gemma entre em contato com seu dom (ou seria uma maldição?) de forma cada vez mais intensa. O jovem Kartik bem que tenta ajudá-la a lidar com suas visões e alertá-la para os perigos de se envolver numa antiga e nebulosa história, mas Gemma não é do tipo que se deixa paralisar pelo medo. E encontra em Felicity e Pippa, duas das meninas mais invejadas do colégio, e até mesmo na humilde Ann, o impulso necessário para enfrentar seus próprios fantasmas.
Mas me deixem explicar um pouco mais sobre a trama: Gemma era uma jovem inglesa que vivia na Índia com seus pais e tinha o desejo de conhecer Londres, ir a bailes e ser apresentada à sociedade como todas as jovens de sua idade. Era uma adolescente como outra qualquer, pelo menos era o que ela imaginava, até presenciar o assassinato de sua mãe; através de uma visão.

Meses depois, sem ainda compreender o que realmente havia acontecido, Gemma é enviada a escola Spence para moças. Tendo vivido tanto tempo na Índia  ela tem um pouco de dificuldade de se adaptar no inicio e suas colegas também não contribuem muito para isso. Principalmente o grupinho mais popular da escola liderados por Felicity Worthington. A única que parece amigável é Ann Bradshaw, uma jovem sem recursos financeiros, que está na Spence por meio de bolsa de estudos e cujo único futuro parece ser se tornar uma governanta na casa de sua prima rica. Ann é tão excluída pelas outras quanto Gemma e ambas acabam ficando amigas. Mas em uma ocasião, Gemma é testemunha de um fato ocorrido com Felicity, que esta gostaria de manter em segredo, mas, por mais estranho que pareça, isso acaba por aproxima-las. E tendo a amizade de Felicity, Gemma passa a ter também a amizade de Pippa, uma linda morena, fútil, mimada e melhor amiga de Felicity.

Mas estar em Londres não impede que coisas estranhas continuem acontecendo com Gemma. Suas visões começam a ficar cada vez mais constantes e amedrontadoras, onde quase sempre uma menina estranha aparece tentando lhe dizer alguma coisa. Eu uma dessas visões ela lhe mostra o local onde está escondido o diário de uma garota desconhecida; Mary Down. Inspiradas pelas histórias de sua professora de arte, srta. Moore, sobre antigos grupos praticantes de magia e ocultismo,  Gemma, e suas recém adquiridas amigas passam a se reunirem a noite, nas cavernas próximas a escola, para ler o misterioso diário e desvendar seus mistérios.

" - A realidade é um estado de espírito. Para o banqueiro, o dinheiro no seu livro-caixa é bem real, embora ele não o veja nem possa tocá-lo. Mas para o Brahma ele simplesmente não existe, do modo como o ar e a terra, a dor e a perda existem. Para ele, a realidade do banqueiro é loucura. Para o banqueiro, as ideias do Brahma são tão inconsequentes quanto a poeira."
Pág. 209

Com esses encontros Gemma descobre que seu poder é muito maior do que imaginava; ela é capaz de abrir um portal entre os reinos mortais e sobrenaturais, um poder cobiçado por muitos, como Circe, uma mulher poderosa que parece ter ligações com a mãe de Gemma. E temido por outros, como os Rakshanas, uma ordem que busca manter o poder dos reinos aprisionado e cujos membros estão sempre vigiando aqueles que tem a magia e com Gemma não é diferente, sendo o jovem Kartik, responsável por ficar de olho nela. Ele vem de uma longa linhagem de membros do Rakshanas e seu irmão mais velho, Amar, foi morto ao tentar proteger a mãe de Gemma quando está foi assassinada. Nossa protagonista tem sentimentos muito contraditórios com relação a Kartik, hora sente que pode confiar nele, hora parece odiá-lo, mas seu corpo responde de uma forma completamente estranha e perturbadora a suas aproximações.

A medida que vai desvendando os mistérios do diário e de sua própria magia, Gemma entra num mundo obscuro e misterioso, algo tão letal quanto encantador. Os reinos parecem lindos e é maravilhoso poder fazer tudo o que sua imaginação desejar, mas o poder também pode corromper e tornar-se perigoso nas mãos erradas. Será que Gemma está preparada para enfrentar o que parece ser o seu destino?

"Do lado de fora, uma nova série de trovoadas soa como um aviso, uma prece. Ao meu redor, na semi-escuridão, estão os símbolos gravados em pedra com o suor e o sangue de mulheres que partiram antes de nós. Seus sussurros me sugerem uma única palavra: Acredite."
Pág. 255

Esse resumo ficou enorme e não falei quase nada a respeito da história, pois além do sobrenatural, muito presente na trama, a autora também aborda assuntos polêmicos ainda nos dias de hoje como bullying,  preconceito social, rebeldia e o papel da mulher perante a sociedade. As quatro personagens principais, Gemma, Felicity, Ann e Pippa foram muito bem construídas, todas com personalidades distintas capazes de deixar o leitor tanto admirado quanto revoltado perante suas atitudes.  Ann e Pippa são as que mais me incomodaram, a primeira por ser tão medrosa e com síndrome de coitadinha por sua condição social inferior, e a segunda por ser tão fútil e muitas vezes egoísta. Mas todas tem históricos que justificam, em parte, suas atitudes.

Existe uma pequena indicativa de romance nesse primeiro volume mas é muito superficial e,até o momento, ainda não sabemos exatamente quais as intensões de Kartik e o que ele realmente sente por Gemma. Libba Bray buscou explorar mais o lado sombrio e, por muitas vezes, macabro da trama onde o mistério e o suspense são os principais elementos. Uma das melhores séries que li recentemente. Não vejo a hora de começar o último volume da trilogia. Mais do que indicado, principalmente aos amantes do sobrenatural.

Abraços,
   Carol Mylius
CAROLINA MYLIUS
Colaboradora e Resenhista aqui no VDL e tem um BLOG com todos os seus trabalhos. É ilustradora por profissão e por paixão. Ama os livros desde criança e tem a sorte de trabalhar com eles buscando ajudar os autores a mostrar um pouco de sua obra através das capas que ilustra. Seus livros favoritos são: Tiger's Curse, PerdidaA Primeira Regra do Mago, Série Academia de Vampiros.
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Obervação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.