O Segredo das Sombras - Shannon Delany

Hey pessoal, tudo bem?

Com uma narrativa envolvente e bem detalhada, Shannon Delany consegue envolver o leitor em seus mistérios e reviravoltas de maneira que o mesmo perca até noção do tempo durante a leitura. Digo isso pois comecei a ler o livro na madrugada de terça-feira e quando me dei conta o sol já estava nascendo.






Jéssica não é mais a mesma garotinha desde que se apaixonou por Pietr, um lobisomem russo. Além de serem perseguidos pela máfia, Jéssica e seus amigos precisam correr contra o tempo para resgatar Tatiana, a mãe da família lobisomem, refém da CIA. Mas há muitas coisas que ela não entende. Por que mesmo tendo revelado sua paixão, Pietr insiste em se afastar e permanecer com uma garota que não ama? Por que todos parecem ocultar fatos importantes? A agente da CIA Wanda está, afinal, do lado de quem? E por que Derek, o esnobe galã da escola, repentinamente se interessou por uma garota problemática como ela?

O livro da continuidade aos acontecimentos perturbadores que enceraram o livro anterior. Jess, Pietr e sua família se aliam à agente Wanda, da CIA, em um acordo de benefícios mútuos. A CIA ganha as informações que precisa sobre os lobisomens, bem como amostras de pelo, pele e sangue, e em troca  liberam informações sobre onde a matriarca da família Rusakova está sendo mantida em cativeiro. Contudo, a família de licantropos ainda não confia totalmente no que os agentes falam e decidem resgatar/recolher informações sobre o local onde sua mãe está, assim eles não precisariam se submeter a este acordo. Eis que em uma dessas missões de reconhecimento Jéssica é gravemente ferida e isso faz com que Pietr termine seu relacionamento com ela de maneira que ela fique segura, pois em um mundo de garras e presas, amor e morte andam lado a lado. 

"- Aaah. Mas o maior dos segredos não é aquele que eles estão escondendo de você. É um segredo que você tem dentro de si mesma. Você tem esperança aí dentro."
Pág. 221

É aparente a evolução na escrita de Delany. Seus diálogos estão mais maduros e seu dinamismo durante a narrativa faz com que o leitor consiga ler o livro bem mais rápido do que o primeiro. Contudo, mesmo desenvolvendo suas habilidades, em alguns momentos ela deixou a narrativa a desejar e começou a fazer o que todo leitor odeia - "encher linguiça". Algumas partes são claramente desnecessárias, mas como muitas editoras americanas estipulam número de páginas ou palavras em seus contratos com os autores, é completamente aceitável um pouco de enrolação, mas não tanto quanto foi em O Segredo das Sombras.

Os personagens são melhor desenvolvidos nesse volume e gostei muitos de todos os mistérios envolvendo-os. Quando acho que um deles é o bonzinho da história ou que já sei quem é o cara mal, vem a autora e samba na cara da sociedade, revelando que até os mistérios tem mistérios...Hahahaha. Claro que alguns personagens são bem óbvios, como um em específico que logo no primeiro livro já dava indícios de esconder segredos e ter um viés mais "lado negro da força". Entretanto, essa previsibilidade não atrapalha em nada, pois como você já sabe que ele tem essa pré-disposição para o mal, você acaba vigiando mais seus paços.

"Embora ela tenha respondido "proteção e um lugar para dormir", ouvi o pedido por um herói escondido em sua voz. O seu rosto demonstrava uma angústia que ela devia estar escondendo a semanas. Ela empurrou a mão de Max, deixando o corpo cair para frente, cabeça sobre os joelhos. Tremeu em um único soluço, cobrindo a cabeça com as mãos."
Pág. 311

Gostei da capa desse volume, apesar de achar a do primeiro bem mais condizente com o tema do livro. A diagramação é simples porém com um espaçamento legal entre as linhas. A única reclamação que tenho para com o trabalho da editora é com a revisão, ou seja, palavas com vogais trocadas como um "entra" no lugar de "entre" são comuns. 

Quem leu A Maldição do Lobisomem e gostou, recomendo que leia a sua continuação. Quem ainda não leu, sugiro que dê uma conferida pois quando li pela primeira vez, ele não me pareceu muito envolvente, mas quando fui reler para lembrar o que aconteceu antes de ler este volume, me surpreendi em como ele estava me agradando.


Abraços,
    Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 7º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos.
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.