Um Olhar de Amor - Bella Andre

Resenha

Olá gente, tudo bem?

No momento em que foi anunciado, pela editora Novo Conceito, o lançamento desse livro e apresentado a capa e a sinopse, imaginei que a história seria semelhante a um desses romances vendidos em banca mas com um acabamento melhor. Eu estava absolutamente certa.

Chloe Peterson está tendo uma noite ruim. Uma noite realmente ruim. O machucado grande em sua bochecha pode provar isso. E quando seu carro patina para fora da estrada molhada em direção a uma vala, ela está convencida de que até o cara maravilhoso que a salvou do meio da tempestade deve ser muito bom para ser verdade. Ou ele é mesmo? Por ser um fotógrafo de sucesso que viaja frequentemente pelo mundo, Chase Sullivan tem seu jeito com mulheres bonitas, e quando ele está em casa, em São Francisco, um de seus sete irmãos normalmente está acordado para começar um pouco de diversão. Chase acha que sua vida é ótima do jeito que está — até a noite que encontra Chloe e seu carro destruído na rodovia Napa Valley. Não apenas nunca tinha conhecido alguém tão adorável, por dentro e por fora, mas como também percebe que ela tem problemas maiores do que seu carro batido. Logo, ele será capaz de mover montanhas por amor — e proteção — a ela, mas ela deixará? Chloe prometeu nunca cometer o erro de confiar em um homem novamente. Mas a cada olhar que Chase lança a ela — e a cada carinho doce e pecaminoso — conforme a atração entre eles sai faísca e esquenta, ela não pode fazer nada a não ser se perguntar se encontrou a única exceção. E apesar de Chase não perceber que sua vida mudaria para sempre em um instante, para melhor, ele não é o único a querer lutar por essa mudança. Ao contrário, ele está se preparando para uma luta... pelo coração de Chloe.
Esse é o primeiro livro de uma série que narra a história do irmãos Sullivan, onde nesse conheceremos Chase, o terceiro e mais velho de uma família de oito irmãos, seis homens e duas mulheres, e o primeiro dos irmãos apresentado pela autora. Chase é um fotógrafo famoso e bem sucedido que vive cercado de mulheres lindas o tempo todo, e claro que ele sempre se aproveitou do fato de ser bonito e ter muitas dessas mulheres a seus pés. Até que numa noite chuvosa, quando voltava de uma festa, Chase se depara com uma mulher, assustada e sozinha, junto a um carro caído em uma vala, numa rodovia deserta de Napa Valley. Chase, imediatamente, desce de seu carro para ajudá-la e assim que se aproxima da mulher fica completamente fascinado por sua beleza (a cena mais clichê dos romances). A moça, Chloe, apesar de assustada e ferida, também não consegue deixar de se sentir atraída pelo lindo desconhecido que apareceu para ajudá-la. Mas ela ainda guarda certa cautela e não vai se deixar seduzir tão facilmente por outro rostinho bonito (será?) depois de tudo pelo que havia passado. Chase, apesar da relutância dela, consegue convencê-la a ir com ele para o vinhedo da família onde ela poderia passar a noite em segurança. Uma vez instalada na casa de hóspedes do vinhedo, Chloe começa a analisar tudo que lhe aconteceu e, em especial, o que era esse sentimento que começou a surgir assim que conheceu Chase. Já Chase tinha certeza de que o que vinha sentindo por Chloe logo que a viu era especial e ele faria de tudo para mostrar isso a ela. Logo no primeiro dia de convivência dos dois no vinhedo a coisa já começa a esquentar entre eles e logo em seguida ambos já estão vivendo um tórrido relacionamento carnal. A partir daí a história fica nisso...SÓ NISSO...até as últimas 15 páginas.

A história é totalmente focada no casal portanto os outros personagens que aparecem ao longo da trama são meros figurantes de apoio. Chloe é uma personagem que tinha tudo para ser interessante pelo seu histórico de vida, mas a história dela foi tão pouco explorada que até mesmo os medos dela com relação ao relacionamento dos dois ficou vazio e sem sentido. Pareceu apenas uma desculpa para a relação deles não acabar em casamento após três dias de convivência. E Chase não é diferente da maioria dos mocinhos de romances de banca, lindo e perfeito, alguém que de repente deixou de transar com todas as mulheres que encontrar para se tornar um homem totalmente fiel e que só tem olhos para a mulher que ama entre outras coisas, ou seja, completamente forçado.

A narrativa é simples, como qualquer outro livro do gênero, e as cenas de sexo, apesar de explicitas, não são descritas de forma vulgar, mas de um jeito mais lúdico, muito semelhante aos romances de banca. Nada contra as cenas de sexo, eu sempre curti muito um bom romance e já fui viciada em romances de banca. O problema mesmo está na falta de enredo e na correria com que as coisas acontecem entre o casal. Como se trata de uma série, dá um certo medo de conhecer os que virão mais adiante. Ainda pretendo dar mais uma chance ao próximo livro dos irmãos Sullivan, que será lançado esse mês com o título de Por um Momento Apenas, mas se a fórmula se repetir abandonarei essa série.

Recomendo para quem curte um romance despretensioso e bastante hot mas que não ligue muito para a trama. Para aqueles que curtem um bom enrendo, além do romance eu posso recomendar uma lista de livros, entre eles os romances da Nora Roberts ou Judith McNaught.

Abraços,
   Carol Mylius
CAROLINA MYLIUS
Colaboradora e Resenhista aqui no VDL e tem um BLOG com todos os seus trabalhos. É ilustradora por profissão e por paixão. Ama os livros desde criança e tem a sorte de trabalhar com eles buscando ajudar os autores a mostrar um pouco de sua obra através das capas que ilustra. Seus livros favoritos são: Tiger's Curse, PerdidaA Primeira Regra do Mago, Série Academia de Vampiros.
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.