Procura-se um Marido - Carina Rissi

Resenha

Olá pessoal, tudo bem?

Desde que tive a oportunidade de ler Perdida, a autora Carina Rissi tinha grandes chances de se tornar uma das minhas autoras brasileiras preferidas. Agora, após ler seu segundo livro, isso se confirmou definitivamente. O novo livro da autora, Procura-se um Marido, publicado pela editora Verus, mostra a mesma fórmula já vencedora apresentada no livro Perdida (resenha AQUI) e é possível perceber a evolução na qualidade narrativa da autora deixando essa obra ainda melhor.




Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada. Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel. Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou. Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.
Alicia é uma garota acostumada a ter tudo de mão beijada e sempre arranja alguma confusão por onde passa, deixando seu avô, o único a quem ela parece se importar, de cabelos em pé. Mas, apesar de todos os conselhos e advertências de seu avô, Alicia, mesmo com seus 24 anos, continua a se portar como uma adolescente sem grandes preocupações com seu futuro. Até o fatídico dia em que seu avô vem a falecer e Alicia descobre que, além de ter perdido aquele a quem mais amava, ela também perdera todos os seus bens e mordomias até que decidisse se casar.

Agora tendo que trabalhar como assistente de secretária em sua própria empresa, uma vez que seu avô determinou, em testamento, que sua neta deveria começar de baixo e ir conquistando seu espaço na empresa, Alicia irá descobrir como é ter um emprego e se ver privada das facilidades obtidas pelo dinheiro em abundância. Além disso terá que lidar com o descaso e a grosseria de seus colegas de trabalho. Em especial com Max que parece ter o dom de irritá-la e deixá-la nervosa de uma forma especial. A única alternativa para Alicia sair do inferno em que se encontrava parecia ser realmente encontrar um marido, algo que antes nunca passara por sua cabeça, e a única maneira que ela imagina conseguir isso é através de um anúncio no jornal da cidade. Mas ela não contava com a quantidade de candidatos esquisitos que apareceriam e muito menos que, Max, aquele que mais parece odiá-la na empresa também responderia ao anúncio. Max, contudo, parece ser o candidato mais adequado, mas será que ambos conseguiriam conviver na mesma casa por pelo menos um ano? E o que Alicia estava começando a sentir por Max poderia vir a ser um problema no futuro? 

Alicia me lembrou muito a Sofia, personagem do primeiro livro da autora, Perdida, mas, ao mesmo tempo, ambas são muito diferentes. Alícia é milionária e se porta como uma adolescente sem juízo e totalmente alheia aos problemas enfrentados no mundo real. No inicio esse comportamento da personagem me incomodou um pouco porque, tirando o fato de ela ter perdido os pais ainda criança, não existia motivos para ela agir dessa forma, como se precisasse chamar a atenção para que a família a notasse. Seu avô, mesmo sendo muito ocupado sempre esteve presente em sua vida e procurou dar a ela tudo o que queria. Provavelmente essa falta de limites a deixou dessa forma mas ao longo da história Alicia passa a amadurecer e aprende a ter responsabilidades. Mas, tirando essas atitudes infantis Alícia é uma personagem muito divertida e um pouco sem noção (exatamente com Sofia era) o que rende muitas risadas ou leitor. Realmente simpatizei muito com ela.
"Olhei para a folha de pagamento. Havia muitos abatimentos. Um deles, enorme. - Por que esse desconto tão grande? - É o INSS, a previdência social – ela explicou um tanto impaciente. - Eu não preciso de previdência social – passei o papel para ela. - Pode devolver meu dinheiro.Max suspirou ao meu lado.- Alicia, não é opcional – ele começou. - Você é uma funcionária registrada. A empresa tem o dever de pagar seus direitos. É para o seu futuro.- Não tenho tempo para pensar no futuro. Quero minha grana agora – retruquei."
Pág. 66

Max é o típico mocinho da Carina Rissi, lindo, educado, romântico, atencioso e também muito responsável, é impossível não se apaixonar por ele. No inicio ele e Alícia pareciam cão e gato uma vez que ambos são muito diferentes, mas são essas diferenças que tornam a relação deles tão rica. Max se sente responsável pelo que aconteceu a seu irmão mais novo Marcus, que perdeu o movimento da pernas após um acidente e sua vida parece girar apenas em função do trabalho uma vez que ele necessita de dinheiro para pagar o tratamento do irmão. Ele também é bastante inseguro, apesar de ser um imã para mulheres, o que o deixa ainda mais irresistível. É mais um a entrar na minha lista de personagens masculinos preferidos.

Como sempre a narrativa da Carina é ótima e você nem percebe o tempo passar durante a leitura. A história tem aquela aura de contos de fadas e, como está se tornando uma característica dos livros da autora, não sabemos exatamente onde a história se passa, apenas sabemos que se passa no Brasil. O livro tem quase 500 páginas mas poderia ter mais 500 que eu continuaria lendo sem me cansar. Recomendo muito para quem curte um bom romance meloso e muito divertido.

A Carina vai estar autografando o livro no próximo sábado, dia 10 de novembro, no Rio de Janeiro (pena que não posso ir). Abaixo o convite:



Abraços,
   Carol Mylius
CAROLINA MYLIUS
Colaboradora e Resenhista aqui no VDL e tem um BLOG com todos os seus trabalhos. É ilustradora por profissão e por paixão. Ama os livros desde criança e tem a sorte de trabalhar com eles buscando ajudar os autores a mostrar um pouco de sua obra através das capas que ilustra. Seus livros favoritos são: Tiger's Curse, PerdidaA Primeira Regra do Mago, Série Academia de Vampiros.
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.