O Príncipe Gato - Bento de Luca

Resenha

Hey pessoal, tudo bem?

Depois de ler algumas resenhas e receber algumas indicações sobre este livro, concluí que já era hora de reservar um tempinho para conferir esta obra que há tanto está sendo citada na blogosfera. Resultado geral: CADÊ A CONTINUAÇÃO? 





Através de um Buraco de Minhoca — túnel dimensional que interliga dois mundos — localizado no Parque do Trianon, São Paulo, surge um viajante felino movido por uma única e importantíssima missão: a busca por uma lendária ampulheta. Escondida em algum local inóspito da cidade, a relíquia é a única capaz de salvar Marshmallow, terra do Príncipe Gato, que está à beira da destruição. No entanto, parece que ele não foi o único a atravessar o portal. Seres malignos irromperam das barreiras e logo declararam uma caçada voraz, com objetivos mais sombrios... Além de seus perseguidores, o Gato luta contra seu maior inimigo: o Tempo. É preciso encontrar este objeto antes que seja tarde e seu mundo esteja para sempre perdido. Contudo, ele não estará sozinho nesta empreitada e poderá contar com a ajuda de seus fiéis companheiros. Fascinante, angustiante e até mesmo engraçada, a história retrata os mistérios jamais desvendados da cidade paulistana, com um toque de magia e esperança.
A aventura começa quando Hugo, acidentalmente, entra em uma porta reservada dentro de uma biblioteca e se depara com um gato enorme lendo um livro. Obviamente ele fecha a porta achando que estava louco e ao abri-la novamente o felino já não estava mais lá, porém a janela está aberta. Ao chegar em casa ele percebe que foi furtado e encontra um bilhete dizendo que alguém estava com um objeto de valor e que se ele quisesse reavê-lo deveria ir ao parque. Ao chegar ao seu destino ele realmente pensa que merece ser internado, pois encontra, nada mais nada menos, que um gato de 1,5m de altura armado e falante, momento este em que começa a caçada pela Ampulheta do Tempo para que Marshmellow, morada natal de nosso amigo felino, não seja destruída
"- Não seja fútil ao tentar compreender seu próprio desígnio. Até mesmo o mais simples  fungo em uma casca de árvore, embora se sinta pequeno ante a magnitude das formas complexas de vida, tem um estimado propósito na manutenção da Essência. Sua existência é mais importante do que jamais pôde supor."
Pág 126*
O livro possuí uma narrativa simples, porém detalhada e bem escrita, em primeira pessoa. Os capítulos são intercalados entre os personagens, tendo sempre Hugo, Gato e Eleanor como os narradores principais. Tais capítulos são sempre de dois em dois ou três em três por personagem. Não encontrei nenhum erro, porém não posso dizer sobre a diagramação do livro físico pois a versão que li foi E-book.

Me identifiquei muito com Hugo, pois temos muitas características, principalmente psicológicas, em comum. O Gato é um personagem mais complexo de se analisar já que o livro começa apresentando a história sob o ponto de vista de Hugo, ou seja, o felino é arrogante e possui uma tara por apontar sua arma de plástico para as pessoas. Entretanto, quando temos o capítulo narrado por Vossa Alteza, percebemos que ele é mais do que um simples membro mimado e sem noção da realeza e que faz o que faz pois a responsabilidade que carrega nos ombros é imensa e ele acredita que como Príncipe, deve carregar tal fardo sozinho. Eleanor, o rato falante, é uma criatura ímpar. Em todos os livros que li, e olha que são muitos, nunca encontrei um ser tão carismático e orgulhoso como ele. Aposto que ele seria um oponente à altura do grande Ripchip, o rato guerreiro de As Crônicas de Nárnia.
"Não importa o tempo, nem a distância. eu atravessarei as muralhas da morte. Em um mar de inimigos mergulharei. Declararei guerra ao vento se preciso for. Pois saiba, eu estarei lá quando você chamar."
Pág. 162*
A única ressalva que tenho para com este livro foi em uma única cena quando os protagonistas estão encarando o escuro em um momento de suspense e um deles diz: "Quem está aí!? Apareça!". Sério, não sei porque as pessoas ainda acham que isso terá algum efeito. Como se o ladrão/estuprador/serialkiller fosse brotar do chão e dizer "Pronto, apareci".

A leitura desse livro é obrigatória para todo mundo que goste de uma boa fantasia com doses de aventura. Confiram abaixo algumas ilustrações do livro.

"E você, acredita no Príncipe Gato!?"
Ilustração do segundo volume da série.
Da Esquerda para a Direita: O Príncipe Gato, Eleanor, Hugo e Feiticeiro.

Os autores também escreveram uma música para servir de trilha sonora do livro. confiram a letra abaixo:

A verdade da silenciosa contagem regressiva
Um pedaço de um sonho quebrado
A ampulheta do tempo será minha
Vindo de longe, a bravura no coração
Eu estou buscando...

Fitando o céu cinza
mantenho o brilho em mim, todas as luzes estão dizendo adeus
Como um feitiço no escuro
refletido em meus olhos
Eu não posso ver... Eu não sou bom o suficiente...

Mas eu acredito na esperança mesmo com os inimigos às minhas costas
eu nunca irei desistir
eu estou correndo...

Posso eu mergulhar em uma enchente
e congelar toda minha cabeça
Eu nunca irei desistir
eu estou correndo... por você!

Vendo a chuva cair,
lembrando dos amigos que fiz,
aprendi que um amor perdido pode nunca morrer
Eu sussurro ao vento, e abro o tempo, tempo para ser livre
Eu estou indo até o fim, porque...

Eu acredito na esperança mesmo com os inimigos às minhas costas
eu nunca irei desistir
eu estou correndo...

Posso eu mergulhar em uma enchente
e congelar toda minha cabeça
Eu nunca irei desistir
eu estou correndo... correndo, correndo...

O salvador, a vítima, o guardião alto no céu
O sábio, o lider, a promessa para seguir a diante.

Site da série: http://www.oprincipegato.com.br/

* Li este livro na versão E-Book enviada pelos autores e, como a leitura foi feita no Tablet, a numeração de páginas pode não ser a mesma do livro físico devido ao tamanho da tela do aparelho.

Abraços,
    Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 6º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos.
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.