Promoção + Resenha - Gregor: E as Marcas Secretas - Suzanne Collins

Resenha

Hey pessoal, tudo bem?

Estava com tanta saudade de passar horas no Subterrâneo que acabei por ler este livro em menos de 48 horas. Suzanne Collins mais uma vez provou ser capaz de escrever sobre temas completamente distintos sem perder a excelência e a criatividade.

Esta resenha pode conter spoilers dos volumes anteriores.










No quarto volume da aclamada série As Crônicas do Subterrâneo, Gregor é levado a se envolver cada vez mais em uma crise que se aprofunda. Há gerações, os ratos vêm expulsando os camundongos — ou “mordiscadores” — de qualquer terra que queiram, fazendo com que eles tenham de se mudar constantemente. Mas agora os camundongos estão desaparecendo, e a jovem rainha Luxa, que é grata a eles por terem salvado sua vida, está determinada a saber por quê.

Neste volume, Gregor e Boots vão sempre ao Subterrâneo para visitar sua mãe que, para quem leu o volume anterior (Resenha AQUI!), havia contraído a Peste do Sangue Quente e estava se recuperando na enfermaria de Regália. Contudo, como as Profecias tendem a perseguir Gregor, uma nova aventura se inicia quando os Mordiscadores (camundongos) começam a ser assassinados e expulsos de suas terras por Bane,  rato branco que Gregor poupou a vida, e os Roedores (ratos). Durante tal jornada, as marcas secretas são encontradas e, diz a lenda, que todo aquele que olhar para uma delas, terá sua morte garantida e, como esperado, Gregor vê duas delas...Hahahaha. Também temos breves menções à misteriosa Profecia do Tempo, que será abordada no quinto volume da série. 
"Não, não era a espada de Sandwich. Era dele, agora. Sua mão agarrou o punho da espada e ele fez alguns movimentos no ar. Um silvo profundo e gratificante acompanhava cada movimento. Era mais pesada do que ele esperava, mas perfeitamente balanceada. Fazia cada espada que ele já tinha segurado antes parecer alguma coisa barata de plástico que se usa como parte de uma fantasia de Halloween. Ele deslizou a lâmina no cinto, apoiando a mão sobre o punho, sentindo o peso, a retidão. Alguma coisa nova brotou dentro dele. Uma sensação de poder com a qual não estava acostumado. E que surgiu por estar segurando a espada. "Não a deixe sair do seu lado novamente", dissera Ripred. Gregor achava que não havia nenhum perigo de isso acontecer."
Pág. 303
De todos os livros da série, este foi o que achei mais divertido e bem elaborado. Ele consegue manter o equilíbrio entre aventura, descrição, diálogos, cenas de ação e cenas engraçadas, fazendo com que o leitor se impressione da primeira à última página. Finalmente, depois de muito tempo, Gregor decide contar para a Sra. Cormaci tudo sobre o Subterrâneo e suas aventuras e ela foi um dos personagens que mais me surpreendeu na trama, pois além de acreditar na palavra de nosso protagonista, ela passou a dedicar seus dias à família de Boots, já que a mãe deles estava em recuperação a quilômetros abaixo da terra. Outro personagem que sempre me agradou foi Ripred. Ele está sempre mau humorado e com uma tirada sarcástica na ponta da língua,  mas prova ser um aliado confiável e exímio lutador que é melhor se ter como amigo.

Como disse acima, a trama gira em torno do fato de os Mordiscadores estarem sendo expulsos de suas terras e assassinados por Bane e é aí que Gregor e Ripred percebem o erro que foi deixar o rato vivo e decidem matá-lo o mais rápido possível, contudo, Bane foge e reúne vários simpatizantes que apoiam tal atitude e querem vê-lo como Rei, já que o último Rei dos ratos foi morto por Gregor e seus amigos. As Marcas Secretas não possuem TANTO mistério o quanto parece, muito pelo contrário, elas são simples e objetivas, o que não ocorre com a Profecia do Tempo, que despertou minha mais voraz curiosidade.
"Ele mordeu um pedaço de peixe cru como se não tivesse dito nada de estranho. Mas Gregor podia ver o olhar de espanto no rosto de Howard e Luxa.
- Matadores? - indagou Gregor. - Quem são eles? Há algum outro monstro andando por aqui?
- Ah, não, Gregor - disse Hazard tranquilamente. - Somos nós. Nós, humanos, somos os Matadores."
Pág. 206
A narrativa está mais empolgante do que nunca e o trabalho realizado pela editora com revisão e tradução estão excelentes. As cores usadas na capa são muito bonitas, apesar de eu preferir a do livro três. Se você ainda não leu a série Gregor corra e garanta já seus exemplares. Garanto que se você não achá-lo um excelente livro, pelo menos irá se divertir ao terminar cada capítulo.

Confiram as resenhas dos volumes anteriores:



Sorteio



Quem ficou com vontade de ler Gregor: E As marcas Secretas, o Vida de Leitor em parceria com a editora Galera Record irão sortear um exemplar da obra para um dos leitores do blog. Se você ainda não tem os outros três livros da série, participe mesmo assim, pois é um livro a menos para comprar...Hahahaha.

Para participar é muito fácil, basta seguir todas as regras e preencher os requisitos solicitado no formulário abaixo.Quaisquer dúvida mandei um e-mail para blogvidadeleitor@gmail.com ou vá até a aba "Contato" no menu do blog.

Boa Sorte!

a Rafflecopter giveaway


Abraços,
    Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 6º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos.
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.