Dizem por aí... - Jill Mansell

Resenha

Olá pessoal, tudo bem?

Depois de uma sequência de livros tensos nada melhor que ler algo leve e divertido e Dizem por aí se encaixou como uma luva. O novo livro da autora Jill Mansell, lançamento da Editora Novo Conceito, é uma ótima pedida para aqueles que buscam dar boa risadas com as situações vividas por seus personagens. Abaixo a sinopse. 




O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide rapidamente morar mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo minúsculo em Cotswolds. Lá, Tilly é contratada no mesmo momento como faz-tudo em uma empresa de design de interiores. Para sua surpresa, a cidade pequena transborda escândalo, sexo, fofoqueiros e boatos, focados basicamente em Jack Lucas, o homem lindo de muita classe e melhor amigo de seu chefe. Todos falam para Tilly ignorar o encanto por Jack, que ela será apenas outra em sua cama se ela se deixar levar; mas Tilly, que trabalha ao lado de Jack, enxerga uma parte carinhosa e cuidadosa dele que não é revelada à cidade. É impossível que ele seja a mesma pessoa de quem todos falam. Ou é possível? Tilly deve separar os fatos da ficção e seguir seu instinto neste divertido romance moderno.

Tilly é uma garota simpática, divertida e leal, o tipo de pessoa que qualquer um gostaria de ter como amiga. Mas parece ser um ímã para problemas e sempre acaba sendo surpreendida numa situação constrangedora pelas pessoas que quer impressionar. Principalmente Jack Lucas, o bonitão da cidade, com fama de mulherengo e solteirão convicto. Mas são essas situações que chamam a atenção de Jack para Tilly deixando-a dividida entre sua vontade de se entregar a atração que ambos parecem estar sentido um pelo outro e o medo de ser mais uma na imensa lista de conquista de Jack. Afinal, dizem por aí que ninguém jamais conseguiu conquistar Jack após o acidente que matou a sua noiva anos atrás. Será que ela conseguiria?

Tilly é sem dúvida uma personagem divertida e que rende boas risadas ao leitor, mas não foi a personagem que mais me agradou na história. Na verdade foram os secundários que roubaram a cena em minha opinião. Com destaque para Max, o quarentão que se descobriu gay após anos de casamento e que agora vive com sua filha, Lou, de 13 anos em uma bela casa numa área bonita e afastada da cidade. Max é um decorador de ambientes bastante conhecido e contratou Tilly para ser uma faz tudo e ajudá-lo no trabalho e a cuidar da casa e de Lou. Ele busca mostrar ser alguém ranzinza e turrão, mas é impossível não ser conquistada por suas tiradas sarcásticas e diretas.

Lou é outra personagem extremamente cativante. Essa adolescente de 13 anos mostra ser por vezes mais madura que a própria Tilly ou sua mãe, Kaye, e é capaz de dar boas lições a todos a sua volta. Kaye também foi personagem que me conquistou. A mãe de Lou e ex-mulher de Max que fora uma atriz pouco conhecida na Inglaterra (a história se passa numa cidadezinha do interior da Inglaterra), mas que, após seu divórcio com Max foi para os EUA e se tornou famosa sem, no entanto perder o contato e a amizade com Max e com a filha.

O livro vai mostrar o poder que uma fofoca tem sobre a reputação de alguém e onde isso pode levar. Quase todos os núcleos de personagens têm um segredo pessoal que buscam manter para si mesmos e a versão que os outros criaram e que ficou mais conhecida na cidade. Alguns tiveram desfechos que me agradaram e outros nem tanto. Uma das coisas que não gostei no livro foi a demora no desenvolvimento da relação entre Tilly e Jack o que me deu a sensação de algo um pouco forçado e o desfecho foi rápido demais. O fato de ter muitos núcleos dividiu o livro igualmente entre os personagens a ponto de eu não conseguir definir qual era a trama principal e quais as secundárias. Para mim todas tiveram a mesma importância. Mas não considero isso um defeito principalmente porque gostei mais dos personagens considerados secundários. No geral o livro é divertido e agradável e vai render momentos de boas risadas. Recomendo a todos.


Abraços,
   Carol Mylius
CAROLINA MYLIUS
Colaboradora e Resenhista aqui no VDL e tem um BLOG com todos os seus trabalhos. É ilustradora por profissão e por paixão. Ama os livros desde criança e tem a sorte de trabalhar com eles buscando ajudar os autores a mostrar um pouco de sua obra através das capas que ilustra. Seus livros favoritos são: Tiger's Curse, PerdidaA Primeira Regra do Mago, Série Academia de Vampiros.
Twitter/Facebook/Skoob - carol@vidadeleitor.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.