Nas Sombras - Jeri Smith-Ready

Resenha

Hey pessoal, tudo bem com vocês?

Quando comecei esta leitura, achei que seria aquele livro bem mais do mesmo e que só serviria para passar o tempo. Contudo, confesso que não era nada do que eu esperava. Com uma escrita maravilhosa, Nas Sombras faz jus ao seu título de best seller.








No futuro, um misterioso acontecimento (que ficará conhecido como Passagem) dará para os nascidos depois desta data a capacidade de ver e se comunicar com os mortos. Sendo uma dessas pessoas, Aura passa toda a sua vida tendo que lidar com essa condição. Quando o aniversário de 18 anos de seu namorado, Logan, se aproxima, Aura sabe que será o melhor de todos. A banda dele tem um megashow marcado e há uma festa planejada. Está tudo dentro dos planos, exceto Logan morrer de overdose... E voltar, se fazendo presente na vida de Aura exatamente como antes, só que roxo.
Após um evento metafísico chamado A Passagem, todas as pessoas que nasceram foram "agraciadas" com a habilidade de poder ver os mortos e falar com os mesmos e Aura é uma delas. Ela trabalha com sua tia, Gina, em um escritório de advocacia onde ela ajuda os mortos a obterem justiça, já que seus testemunhos passaram a ser admitidos na corte, desde que 2 pessoas com este "dom" confirmem a mesma versão dos fatos. Eis que na festa de 17 anos de seu namorado, Logan, o mesmo vem a falecer minutos após uma tentativa falha de fazerem sexo, devido ao consumo excessivo de álcool e drogas, aparecendo roxo, cor característica dos fantasmas, ao pé da cama onde Aura estava semi-nua.
"Mas não havia nada para ser escutado a não ser o sangue pulsando em minhas têmporas. Nada a ser visto que não as luzes da ambulância que passavam pela janela."
Pág. 72
Gostei bastante do mundo criado pela autora. Ela conseguiu inserir os fantasmas de uma maneira que de certa forma eles tenham algum tipo de direito e que os humanos consigam controla-los, pelo menos na medida do possível. Na dimensão de Jeri, as almas são repelidas pela cor vermelha, não conseguem "assombrar" lugares que não tenham ido quando em vida, salvo as Sombras que são fantasmas que de tanto ódio e rancor se tornaram...bem...Sombras. rsrsrsrs

Outro fato que me deixou super curioso e foi um dos motivos de eu ter devorado o livro em menos de 2 dias foi o de que Aura é a primeira a nascer depois da Passagem. Isso mesmo, dentre toda a população mundial ela foi a ÚNICA a nascer logo após o evento. Ao passo que Zachary, seu amigo/peguete/ficante foi o último a nascer antes do evento. Agora, o mais engraçado de tudo é que mesmo com Logan morto, Aura ainda é apaixonada por ele mas corre e fica se agarrando no escuro com o Zachy. Piriguetes S/A mandou lembranças.
"Megan apontou para trás com o dedão.
- Aura, você tem que fazer alguma coisa a respeito daquilo. Quanto tempo você espera que Zachary ignore a placa de "me come" na testa da Becca?"
Pág. 201
Os personagens são muito bem construídos e Aura possui uma personalidade forte para sua idade. Mesmo que em alguns momentos ela deixe a adolescente irritante mostrar as caras. Zachary é meu segundo personagem favorito, o primeiro é a Gina (tenho queda por advocacia sabe!? Hahahaha), apresentando um  humor divertido e ao mesmo tempo sarcástico. Os diálogos são bem construídos e fluidos, contudo em alguns momentos ela gasta falando sobre coisas desnecessárias, o que me pareceu a famosa "conversa para encher página".

Recomendo este livro para todos sem exceção. Ele contem uma história cativante e divertida. Vale muito a pena lê-lo. XP

Abraços,
  Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do VDL. Cursa o 6º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, O Sussurro Mais Sombrio  e  Withe Cat.
Twitter/Facebook/Skoob - matheus@vidadeleitor.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.