Insaciável - Meg Cabot

Resenha

Hey pessoal, tudo bem?

Não sei muito bem o que dizer sobre este livro. Criei TANTAS  expectativas sobre ele que, mesmo sendo um livro bem escrito, não me fez sentir o que eu realmente esperava durante a leitura.






Cansado de ouvir falar de vampiros? Meena Harper também. Mas seus patrões estão fazendo ela escrever sobre eles de qualquer maneira, mesmo que Meena não acredite neles. Não que Meena não esteja familiarizada com o sobrenatural. Veja, Meena Harper sabe como vamos morrer. (Não que você vá acreditar nela. Ninguém nunca acredita). Mas nem mesmo o dom da premonição de Meena pode prepará-la para o que vai acontecer quando ela conhece – e comete o erro de se apaixonar - Lucien-Antonescu, um príncipe moderno com um lado sombrio. É um lado negro que muitas pessoas, como uma antiga sociedade de caçadores de vampiros, preferiria vê-lo morto. O problema é que Lucien já está morto. Talvez por isso ele é o primeiro cara que Meena já conheceu com quem ela poderia ter um futuro. Entenda, enquanto Meena sempre foi capaz de ver o futuro de todo mundo, ela nunca foi capaz olhar para o dela própria. E quando Lucien é o que Meena jamais sonhou como namorado, de repente ele pode vir a ser tornar o seu pesadelo. Agora pode ser uma boa hora para Meena começar a aprender a prever seu próprio futuro. . . Se ela ainda tiver um.

Meena Harper nunca foi normal. Desde que se recorda, ela é capaz de prever a maneira como as pessoas irão morrer e, mesmo que ela tente ajudar, alguns destinos são inevitáveis. Ela nunca levou a vida de seus sonhos, mesmo escrevendo para uma das novelas famosas dos EUA cujo título é o mesmo que da nome ao livro. Até ai tudo bem, ela pensava que sua vida não podia piorar. Como estava enganada.

Este foi um livro de leitura rápida e divertida, MAS, como citei no inicio deste post, não correspondeu a todas as minhas expectativas de como seria a história, deixando aquele gosto de "Quero Mais".Os personagens são muito bem construídos e os diálogos são muito bem elaborados. A diagramação é simples e possui divisão de capítulos (ainda bem, porque parece que virou moda fazer livro sem essa divisão  ¬¬).

"E Alaric gostava muito de sua espada, Señor Sticky. A lâmina, ao contrario dos humanos, não mentia.Não traía e não discriminava...mesmo os vampiros sendo burros. Principalmente os vampiros americanos.eles frequentavam lugares onde Alaric jamais teria ido, perincipalmente se fosse imortal. Escolas, por exemplo."
Pág. 33

Um dos maiores pontos positivos desse livro é o fato de que Meena não é uma protagonista como outra qualquer. Mesmo ela sabendo que sua "paixão" é um vampiro e que ela ESTÁ sob a influencia de seus poderes, ela não deixa de lutar contra tudo e todos e se afilia a um caçador de vampiros que, pelo que foi mostrado no final do livro, dará inicio a um triangulo amoroso. (#FikDik Bella, não arranje um lobisomem, pegue uma caça-vampiros de uma vez. Isso resolveria seus problemas e nós teríamos um pseudo-fada a menos no mundo....kkkk)

Abraços,
  Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do VDL. Cursa o 5º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, O Sussurro Mais Sombrio  e  Withe Cat.
Twitter/Facebook/Skoob - matheus@vidadeleitor.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.