Yellow Moon - A Cidade do Lobo - Resenha Definitiva

Resenha

Olá queridos leitores, tudo bem?

A um certo tempo fiz a resenha do one shot deste livro e como a editora me mandou um exemplar para resenha eu repetirei minhas antigas palavras e acrescentarei novas opiniões. Espero que gostem.












John Fuller é um menino de 12 anos nascido e criado na insignificante Yellow Moon, cidadezinha do interior do Oregon, EUA. John vê sua rotina de surras e humilhações na escola ser interrompida pelo misterioso e brutal assassinato de três de seus colegas de turma. O que ele não podia imaginar é que a busca pelo assassino fará emergir da sombria floresta de Golden Leaves criaturas que só deveriam existir nos filmes, criaturas essas que virão em seu encalço.


O livro conta a história de John Fuller, um menino que sofre Bullying vinte e quatro horas por dia, sete dias na semana. Maltratado na escola e desprezado em casa, John desiste de lutar contra seu destino e aceita todas as agressões como se elas fossem normais na vida de uma pessoa, uma coisa que me deixou um pouco irritado já que ele é submisso aos mais fortes e não tem coragem de defender o que realmente quer. Sua covardia é tamanha que, quando um grupo de garotos diz que para salvar-se ele teria que arrancar sangue em seu melhor e único amigo, ele o faz sem pensar duas vezes.

Todos os dias as mesmas ameaças e os mesmos medos. Até o momento em que ao ser "bullinado" (O_O nem sei se essa palavra existe....srsrsr), uma criatura desmembra, literalmente, seus agressores, deixando apenas John vivo.  Após tal ocorrido, a vida de John, ou Johnnie como ele gosta de ser chamado pelos familiares, muda drasticamente pois ele não só tem tudo o que sempre acreditou modificado como ganha no seu dia-a-dia a presença da jovem e linda Sophie.

Temos presente uma boa narrativa e personagens muito bem construídos.  A maneira com que o autor molda psicologicamente cada um deles faz com que o leitor perceba que eles não só escondem um grande mistério (que é revelado ao longo da história), mas também são capazes de mudar. A exemplo temos a mãe de John que, de mãe desnaturada passa a ser uma que está disposta a matar, literalmente, pelo bem estar de seu filho.

Um aspecto na personalidade do protagonista que me intrigou bastante foi que, mesmo sendo uma pessoa emotiva e capaz de amar, ele em certos momentos apresenta uma mente fria e calculista. Não sei se isso se deve ao "segredo" ou se é sua natural índole, mas foi algo que realmente me colocou para pensar.

Os dois únicos pontos fracos do livro são que, além de abordar temas MUITO polêmicos como pedofilia e sexualidade, que podem não agradar a todos os leitores, ele é um livro bem pequeno, contendo apenas 148 páginas (o que me deixou desesperado pois a continuação ainda não foi lançada....Rsrsrsrs)

"Não são nossos algozes que nos tiram o poder, somos nós que o entregamos sem lutar. E matá-los simplesmente não muda nada. Nada."
Pág. 32

Confiram o BookTrailer do livro:



Abraços,
 Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do VDL. Cursa o 5º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, O Sussurro Mais Sombrio  e  Withe Cat.
Twitter/Facebook/Skoob - matheus@vidadeleitor.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.