Vida de Escritor #06 - Eliane Quintella

Entrevista


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Fizemos um entrevista com a mais nova autora parceira do Vida de Leitor, autora do livro Pacto Secreto que saiu pela Novo Século com o selo dos Novos Talentos da Literatura, Eliane Quintella.


1 - Quem é Eliane Quintella?

Bom, deixa eu falar um pouco a meu respeito. Eu amo escrever. Comecei assim que aprendi e nunca parei. Eu sempre soube que queria ser escritora. Eu acredito mesmo que essa vontade já nasceu comigo. Escrever para mim é sempre um grande prazer. É o amor da minha vida. Desde pequena escrevia poemas e contos e nunca parei. Logo cedo me entristeci quando descobri que não havia uma faculdade na qual eu poderia me formar escritora. Sabia também que grandes artistas que eu admirava tinham se formado em Direito e eu sempre tive um lado idealista. Foi assim que ingressei na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo em 1994 para cursar Direito. Me apaixonei pelas aulas. Aliás, as aulas das ciências humanas em geral sempre me fascinaram. Gostei tanto que, tão logo me formei, já prestei prova para cursar mestrado na mesma Universidade. Passei! Assim, em 1999 já estava fazendo mestrado também em Direito na PUC/SP. Sempre trabalhei com Direito, que é uma das paixões da minha vida, mas eu sabia que não era meu grande amor, que sempre foi escrever. Tive paciência. Esperei a chance ideal para escrever um livro. Escrevi. Segurei a onda, apesar da minha vontade ser de pedir demissão no dia seguinte à conclusão do livro, mas tive calma para refletir a respeito, conseguir publicar o livro e, somente após ter certeza de que era o que eu mais queria fazer, largar minha carreira jurídica para me dedicar somente à escrita. Não fiz isso logo de cara, pois sabia das agruras da vida de escritor e porque Direito, especialmente o Direito utópico que estudamos na faculdade, sempre me encantou. Hoje acredito que tudo aconteceu na hora certa. 

A respeito das minhas características pessoais, eu acredito que sou sincera, honesta, sigo minha consciência, vivo conforme minhas próprias regras e convicções, para mim a pior traição é aquela que fazemos contra nós mesmos, sou fiel aos meus verdadeiros amigos, reconheço o mérito de quem merece e o valor de quem merece e acredito que essa seja a verdadeira justiça, sou corajosa, adoro desafios, sou perseverante, não gosto de desistir, desistir para mim é derrota, vou atrás do que quero e acho que sou responsável pelo meu próprio destino. Eu odeio pessoas que culpam aos outros ou às coisas por sua própria infelicidade, acredito que temos nosso destino em nossas mãos e que bancar a vítima da situação somente atrasa nossa própria vida. Meu lema é pare de reclamar e lute. Acho que isso resume um pouco de quem eu sou. 

2 - Quando pensou em se tornar escritora? O que te motivou?


Eu realmente acredito que a vontade de escrever nasceu comigo. Escrever é o meu grande amor e sempre foi. Desde que eu aprendi a escrever, eu me apaixonei. Escrever um livro, aliás muitos livros, é o que eu mais quero fazer. Assim que eu aprendi a escrever, eu declarei ao mundo que queria ser escritora, escrevi até um poema a respeito quando era criança e o publiquei no Jornal do bairro em que morava. Desde pequena eu dividia meu tempo entre ler e escrever. Foi sempre assim. É claro que para minha grande decepção não existia uma faculdade na qual eu poderia me formar escritora. Eu sabia que grandes escritores que eu admirava tinham feito Direito e que eu poderia seguir a mesma trilha. Assim, eu estudei Direito pelo encanto do idealismo que me atraía. E eu realmente adorei. Nunca deixei de escrever, mas queria um dia poder fazer somente isso, pois escrever é meu grande amor. Por isso, chegou um momento da minha vida que resolvi arriscar tudo e viver minha verdadeira vontade que é escrever, foi assim que escrevi PACTO SECRETO, e a continuação da saga PRAZER SECRETO e HISTÓRIA SECRETA. Histórias de suspense e sobrenatural sempre me atraíram e a saga PACTO SECRETO é o resultado desse meu interesse.

3 - Onde tirou a ideia para a história?


Eu acredito que a Pacto Secreto sofreu grande influência da minha infância. Desde muito pequena, eu assistia com meu adorado pai a filmes de terror e suspense, como Triângulo das Bermudas, O Retrato de Dorian Gray, Janela Indiscreta, Um corpo que cai, Assassinato no expresso do Oriente, Morte no Nilo entre outros. Isso pode parecer pouco convencional, devido a minha pouca idade, mas nós dois adorávamos esse momento. Minha adolescência também foi regada a muito livro de suspense, especialmente da rainha do crime, a prestigiada Agatha Christie. Também fruto de influência de papai que adorava os grandes mestres do suspense, como Edgar Allan Poe, Robin Cook, Leslie Charteris, entre outros. Portanto, sempre tive um verdadeiro fascínio por histórias de suspense e de terror. Assim, nada mais natural para mim do que escrever um livro sobre Pacto com o Diabo. É claro que quis escrever um livro diferente do que eu já havia visto e lido sobre pacto com o diabo, justamente por isso que busquei pesquisar o pacto do diabo mais a fundo. Ainda que meu livro tenha influência do chamado caminho da mão esquerda, é fato que ele é pura ficção.


4 - Você tem algum autor ou autores que você considera sua fonte de inspiração?

Muitos artistas maravilhosos me inspiram. Fico inspirada por um personagem bem interpretado por um ator ou atriz, pelo jeito com que o filme é conduzido por um Diretor, pela trama de um romance policial envolvente, por fatos do cotidiano que me marcam de alguma forma profunda. Tudo isso me inspira para escrever. Gosto de dizer que nos inspiramos por aquilo que nos interessa e que mexe com a gente de alguma forma mais profunda. 

Em relação aos autores, objeto da sua pergunta, eu não sei se posso chamar isso de inspiração, talvez eu realmente possa, mas eu pesquisei e me interessei muitíssimo por livros de Adriano Camargo Monteiro, Morbitvs Vividus e Nietzsche.

5 - Qual seu estilo de literatura favorito?

Eu adoro suspense, é o tipo que mais aprecio. Mas histórias boas sempre têm lugar na minha cabeceira, histórias que me façam sonhar, viver e sobretudo pensar, refletir sobre a vida, por isso livros com um pano de fundo mais filosófico, também me atraem.


6 - Como foi o processo de escrever o livro? Demorou quanto tempo desde a ideia até a finalização do texto?


Foi maravilhoso escrever Pacto Secreto e a continuação da saga Prazer Secreto e História Secreta. Eu amo escrever, então, para mim foi puro prazer, por isso avançava madrugadas e finais de semana com sorriso nos lábios. É claro que fora a parte da escrita e criação, tem também a parte de pesquisa, que deve ser bem completa e, por isso, realmente dá trabalho, mas também é fantástica, pois você deixa sua história mais verossímil ao leitor que poderá realmente ingressar dentro da trama e seus dilemas. 

Em relação ao tempo, eu demorei seis meses para escrever PACTO SECRETO, o que achei rápido considerando que somente o primeiro mês fiquei focada por conta do punho quebrado, nos demais avançava pelas madrugadas e finais de semana, já que trabalhava àquela época como advogada e trabalhava bastante. PRAZER SECRETO escrevi em apenas dois meses e HISTÓRIA SECRETA novamente demorou um pouco a mais, cerca de seis meses, pois tinha que bolar o desfecho da saga, amarrar toda a trama e revelar todos segredos que foram lançados ao longo da saga.

7 - Como foi o processo de conseguir uma editora?

Eu fui a uma livraria, busquei Editoras que publicassem o gênero do meu livro, PACTO SECRETO, depois questionei a elas se tinham interesse em analisar a obra e, para as que responderam positivamente, enviei o meu livro para análise, observando as regras da Editora. Após quatro meses a NOVO SÉCULO respondeu positivamente e eu fechei o contrato na hora, pois já não agüentava mais esperar!


8 - Como foi para construir os personagens? Você se baseou em alguém conhecido?

É muito legal criar os personagens. Eu me preocupo muito com as características psicológicas e com a personalidade do personagem que crio, as quais procuro ser extremamente fiel até o final da obra. Eu odeio histórias em que um personagem muda de personalidade no meio da obra, isso na vida real não acontece. O legal também de criar personagens é que, uma vez traçada sua personalidade, ele passa a ter vida própria, e comanda mesmo a história, pois você não pode deixar que ele faça algo que não tem sentido conforme suas características. Por isso, diante de um acontecimento que eu descrevia eu realmente pensava se meu personagem agiria mesmo daquele jeito. É como se tivessem vida e eu pudesse entendê-los totalmente a ponto de saber exatamente como agiriam. 

Quanto à segunda pergunta, devo responder que o pai da Valentina realmente tem características do meu pai, não todas, quero deixar claro, mas algumas. Meu pai, tal como o pai da Valentina, era uma pessoa brilhante, com enorme amor por sua família, carinhoso, íntegro, um exemplo de caráter, força e honra. Além disso, devo confessar que eu adorava tomar vinho com meu pai e passar horas conversando. Ele sempre soube disso.


9 - Tem planos de escrever outros livros? Esse livro mesmo tem um final ou terá uma continuação?


Claro, eu quero passar minha vida escrevendo!!! Escreverei sempre e sempre! Meu coração me dirá sobre o quê! 
Quanto ao PACTO SECRETO ele é o primeiro de uma trilogia, formada por PRAZER SECRETO e HISTÓRIA SECRETA.

10 - Pode deixar uma mensagem para os leitores e também os teus contatos?


Se procuram uma história diferente e que possa abalar você de alguma forma, leia agora mesmo PACTO SECRETO, publicado pela NOVO SÉCULO. PACTO SECRETO é o primeiro de uma saga, mas não fique triste, depois que acabar de ler, confira o primeiro capítulo do segundo livro da saga, PRAZER SECRETO, no blog do meu livro AQUI. Garanto que a história irá esquentar e que todos mistérios serão revelados ao longo da saga. Me aguardem!

Twitter / E-mail: eliquintella@hotmail.com / BLOG

Espero que tenham gostado pessoal. XD

Abraços,
 Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do VDL. Cursa o 5º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, O Sussurro Mais Sombrio  e  Withe Cat.
Twitter/Facebook/Skoob - matheus@vidadeleitor.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.