Tiger's Voyage - Colleen Houck

Resenha

Olá pessoal, tudo bem?

Acabei de finalizar a leitura de Tiger's Voyage, terceiro livro da série Tiger's da Colleen Houck, e ainda não consegui parar de pensar na estória e nem amainar  as emoções conflitantes que o livro me despertou. Eu levei meses para terminá-lo por vários motivos e agora não sei como começar a expressar as minhas impressões sobre ele. Mas tentarei fazer o melhor possível.


Esta Resenha Pode Conter Spoilers dos Volumes Anteriores




Essa terceira parte se divide entre a busca pelo terceiro item da profecia, o colar de pérolas negras de Dhurga, e o conflito emocional vivido entre Kelsey, Ren e Kishan. O livro é literalmente uma montanha russa de acontecimentos e sensações, começando de forma intensa seguido de partes mais tranquilas e, por vezes, cansativas e novamente ganhando intensidade com aventuras de tirar o fôlego para voltar a cair na calmaria. Esses altos e baixos vão se repetindo até mais da metade da estória quando finalmente chegamos ao desafio que os três precisarão enfrentar para conseguir essa nova peça que os aproximará do final da maldição. E esse desafio será o mais perigoso e assustador de todos até agora. Nada mais nada menos que cinco dragões, cada um com seus reinos e suas prórpias regras. Cada um mais ameaçador que o outro. Dessa vez a aventura será no meio do oceano e com direito a tubarões gigantes para total terror de Kelsey.

Após finalizar o segundo volume, Tiger's Quest, percebi uma melhora positiva nas atitudes de Kelsey e acreditei que ela estaria começando a se fortalecer e deixar suas inseguranças de lado mas isso mudou em Tiger's Voyage e ela, novamente, se tornou a garota insegura e insensata do primeiro livro. Na verdade ela agora se tornou até mesmo covarde e egoísta em suas escolhas ( Por favor, que mulher escolhe com que  homem ficar pensando em qual vai faze-la sofrer menos!) e fiquei me perguntando como uma garota como ela pode ter atraído tantos homens incríveis. Não se trata apenas de Ren e Kishan, mas de todos os personagens masculinos que cruzam o caminho dela. É totalmente incompreensível para mim, principalmente tendo a Nilima por perto. Essa sim merecia ser alvo do afeto de um dos irmãos pois ela está sempre lá para ajudar a todos, é linda, corajosa e, o mais importante, coerente e sábia. Espero que a autora de um rumo melhor para ela do que passar a trama toda como a empregada da Kelsey.

As atitudes de Kelsey, por maior que seja seu sofrimento e os traumas que ela passou, são totalmente descabíveis e ela mesma admite que suas decisões são covardes e tem o único intuito de mante-la segura do sofrimento que ela poderia vir a ter no futuro.

Kishan é outro personagem que mudou completamente de um livro para o outro. Ao invés de o tigre predador, perigoso e sexy,  que ele parecia ser no segundo livro, se tornou o gatinho de estimação de Kelsey, a seguindo feito uma sombra e fazendo todas as suas vontades. Esse personagem realmente me irritou e meu deu pena de suas atitudes. E não tem como ele não perceber os sentimentos de Kelsey por Ren que estão estampados no rosto dela mas ele prefere aceitar as migalhas que ela lhe dá a perde-la.

Já Ren está mais apaixonante que nunca e, tirando a aventura pelos cinco reinos dos dragões, ele foi uma das poucas coisa que me fez seguir adiante com a leitura. Ren não está disposto a abrir mão de Kelsey para seu irmão mesmo se precisar ir contra o que ela supostamente quer. Ele é, sem dúvida, um dos meus mocinhos de livros YA fantásticos preferidos. Comete alguns erros também e se mostra ciumento e possessivo muitas vezes e isso é o que o deixa mais interessante e humano. Mas todas as suas ações sempre são com o intuito de proteger Kelsey e faze-la mais feliz.

Lokesh aparece muito pouco nessa parte da trama mas fará algumas revelações importantes e o senhor Kadan continua sendo a gentil enciclopédia do grupo ajudando a desvendar os enigmas que vaõ surgindo.

A aventura e o encontro com os dragões foi o que mais me prendeu. Digna dos grandes livros de fantasia, com direito a criaturas miticas, guerreiros de armadura , labirintos e viagem as profundezas dos oceanos. Foi realmente mágico. A autora precisará de muita imaginação para conseguir superar os desafios que ela criou para esse livro na próxima aventura que será focada no elemento fogo.

Enfim, acho que essa resenha ficou mais um desabafo que qualquer outra coisa. A série continua sendo uma das minhas favoritas do gênero apesar de tudo e estou bem ansiosa pelo próximo livro que já se enconra em pré-venda pela Amazon  cujo lançamento está previsto para o dia 4 de setembro. Agora só resta esperar para conferir o que Tiger's Destiny nos reserva.

Abraço,
  Carol Mylius
CAROLINA MYLIUS
Colaboradora e Resenhista aqui no VDL e tem um BLOG com todos os seus trabalhos. É ilustradora por profissão e por paixão. Ama os livros desde criança e tem a sorte de trabalhar com eles buscando ajudar os autores a mostrar um pouco de sua obra através das capas que ilustra. Seus livros favoritos são: Tiger's Curse, PerdidaA Primeira Regra do Mago, Série Academia de Vampiros.
Twitter/Facebook/Skoob - carol@vidadeleitor.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.