Tocada Pelas Sombras - Richelle Mead

Resenha


Olá pessoal, tudo bem?

Quando comprei esta série no Submarino, os 3 primeiros volumes, pensei que seria apenas mais uma série de vampiros. Ao ler o volume 1 e 2, percebi que mesmo que a mitologia criada pela autora seja um pouco diferente do usual, esta não seria uma série que valeria a pena comprar todos. Até que alguém me conta uma certa cena que ocorre no volume 3, me fazendo devora-lo em menos de 2 dias. Conclusão, não só estou viciado como já encomendei o 4 e o 5. Rsrsrs XP


Por ser o 3º volume de uma série, esta resenha contem spoilers







Rose Hathaway sabe que é um erro se apaixonar por um de seus instrutores. Lissa, sua melhor amiga e última princesa do clã dos Dragomir, deve vir sempre em primeiro lugar. Rose precisa protegê-la. Mas, infelizmente, quando se trata de Dimitri Belikov, algumas re-gras parecem existir apenas para serem quebradas. Justamente quando Lissa e Rose veem seu pior inimigo, Victor Dashkov, a um passo de sair da prisão, imagens sombrias começam a invadir a mente de Rose, prenunciando algo terrível à espreita da Escola São Vladimir. A tensão ronda o mundo dos Moroi mais do que nunca. Os Strigoi desejam vingança pelas mortes causadas por Rose em Spokane. Numa batalha de tirar o fôlego, ela viverá seus piores pesadelos ao ter de escolher entre o amor de sua vida e sua melhor amiga. Será que essa escolha significa que apenas um deles sobreviverá?

O livro começa com Rose entrando, sem querer, na cabeça de Lisa em um momento MUITO privado entre ela e seu namorado Christian Ozera. Após tal "vislumbre" Rose decide dar uma volta pelos jardins da São Vladimir. Como era de se esperar, ela não só encontra Dimitri, seu tutor e amor proibido, como presencia uma conversa particular entre ele e outra guardiã, descobrindo que Victor Dashkov ainda não foi oficialmente julgado e que ainda há uma chance de escapar sem punição. E o melhor de tudo? Nenhuma das principais testemunhas/vitimas poderão ir ao julgamento já que ele é de extremo sigilo.

Nas semanas subsequentes Rose fica completamente absorta em sua experiência de campo, que consiste em um "simulado" de como será a vida de um guardião após sua formatura. Cada Dampiro é designado para proteger um Moroi 6 dias por semana durante 6 semanas, permanecendo sob constante ataque por parte dos guardiões formados que irão simular emboscadas Strigoi, devendo o aprendiz proteger seu Moroi a qualquer custo, mesmo que isso signifique ser sua sombra. Quanto a isso Rose já tinha se conformado, o que nos surpreendeu foi que ela não foi designada para ser a guardiã de Lisa mas sim de uma pessoas que ela "não vai muito com a cara". Rsrsrsrs

Como se não bastasse o stress de saber que Victor pode sair ileso e de sua experiencia de campo, Rose (Roza para os mais íntimos ^ ^) começa, como consequência de ser "tocada pelas sombras", a ver o fantasma de seu amigo Mason, que morreu no incidente de Spokane.

"- Mason, o Dimitri está morto?
Mason balançou a cabeça negativamente.
- Ele está vivo?
Ele balançou negativamente a cabeça mais uma vez.
Nem vivo nem morto. O mundo dançava ao redor de mim, faíscas coloridas apareciam em meus olhos."

Pág. 364 e 365

A diagramação e a revisão estão perfeitas. A divisão de capítulos é feita de maneira que quando o capítulo chega a seu ápice, ele acaba. Fazendo com que o leitor leia um atrás do outro. A fonte utilizada e o espaçamento estre as linhas e margens também contribuíram para que a leitura seja prazerosa.

A capa segue o mesmo padrão, mostrando os portões do que julgo ser da escola São Vladimir, com os tons de vermelho e preto misturando-se. Sobre a modelo só tenho uma pergunta a fazer: Só eu ou mais alguém achou que era a Angelina Jolie????? o.O

O que eu achei do livro? Difícil dizer, mas creio que a expressão correta é "DE EXPLODIR CABEÇAS"...kkkkkk. O estilo de escrita de Richelle é cativante, ela consegue fazer com que o leitor não largue o livro até chegar ao final. Possuindo uma narrativa fluida e divertida, Tocada Pelas Sombras entrou para minha lista de favoritos no skoob.

Abraços,
  Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do VDL. Cursa o 5º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, O Sussurro Mais Sombrio  e  Withe Cat.
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.