Shadowspell - Jenna Black

Resenha

Olá pessoal! Tudo bem?

Quando foi anunciado o lançamento de Glimmerglass eu fiquei bastante ansiosa para conferir a história, principalmente porque a capa era simplesmente maravilhosa (pois é esse é o meu ponto fraco, não adianta). Infelizmente, apesar da edição caprichadissíma que a Universo dos Livros preparou, a história não foi tudo aquilo que eu esperava.








Magia, ilusão, ameaças... Dana descobrirá o preço da liberdade O reino de Avalon nunca mais será o mesmo. Um grupo de caçadores bárbaros liderados pelo poderoso Erlking está a caminho do reino e promete causar a destruição total do único lugar em que humanos e feéricos convivem em harmonia. Porém, nem tudo está perdido. Dana Hathaway, uma faeriewalker com a capacidade rara de viajar entre os dois mundos e a única pessoa que pode levar magia ao mundo humano e tecnologia ao reino de Faerie, é obrigada a selar um pacto sombrio com o Erlking, que pode colocar a perder todos os seus poderes, deixando-a vulnerável perante um inimigo sedutor. Magia, sedução e muito suspense estarão presentes na vida de Dana, que nunca mais será a mesma...

Quando uma série se inicia, pode ocorrer de o primeiro livro não ser muito bom, mas no desenrolar da história cada volume supera o anterior, por isso quis continuar com ela e ver no que ia dar. Foi com essas expectativas que iniciei a leitura de Shadowspell. Contudo, apesar de achar que a história evoluiu bastante em relação ao primeiro livro, ainda não me prendeu completamente.

A história continua de onde parou em Glimmerglass, com Dana sendo mantida sob vigilância constante de seu pai e seu guarda-costas, Finn. E assim ela busca ir levando a sua vida sempre tentando driblar essa vigilância  e obter um pouco de liberdade e sempre se metendo em confusão por causa disso. Mas agora uma nova ameaça a sua vida está presente em Avalon, o Elrking, o mais temido caçador de Faerie e líder dos Caçadores barbáros. Agora sim a tão desejada liberdade parece estar inalcançável.

O Elrking está em Avalon e, apesar de ter seus poderes limitados por um acordo feito com as rainhas de Faerie, ele sabe muito bem como conseguir aquilo que deseja. E o que ele mais deseja é algo que apenas Dana pode lhe dar. Após um embate entre ele e Ethan, Dana se vê presa em uma situação sem saída e é obrigada a fazer um acordo com o Elrking sem imaginar as consequências que realmente isso acarretará. Além disso sua tia Grace ainda continua sendo uma ameaça talvez mais perigosa do que imagina.

Novamente a história é centrada nas questões politicas onde Dana é o pivô por causa de sua habilidade como Faeriewalker. Habilidade essa que ainda não foi efetivamente explorada na história.Fora isso tem a relação de Dana e Ethan que continua morna e sem graça. Ethan é um mistério para mim; não sei realmente qual é a dele mas não conseguiu me cativar ainda. E Keane continua sendo um dos personagens mais legais da série mas, infelizmente, a sua participação foi pequena nesse volume.

Eu não conseguia gostar da Dana no primeiro livro, achei ela bastante infantil e inconsequente em alguns momentos. Ela melhorou nesse livro, ainda faz coisas inconsequentes mas já mostra mais coragem e determinação e sua relação com o pai é melhor explorada nesse sequência.

Na minha opinião o personagem mais interessante da história foi o Elrking (pois é, o vilão). Na verdade ele é aquele tipo de vilão que é impossível não admirar. A unica força masculina num mundo dominado por rainhas. 

Apesar de ser o rei da manipulação ele é  bem direto ao dizer o que quer, e parece ser o único realmente capaz de proteger Dana de qualquer perigo, seja por causa do acordo que fez com ela ou talvez por algo mais (os motivos de seu comportamento são indecifráveis, o que o torna mais interessante ^ ^). Na verdade ele até parece se preocupar verdadeiramente com ela, e ela não conseguiu deixar de perceber o quanto ele era lindo e sexy, mesmo sendo capaz de aterrorizar qualquer ser de Faerie e Avalon. E, querendo ela ou não, ele pode ser um aliado poderoso contra as rainhas de Faerie.

Não sei realmente o que esperar do último livro, o final dessa série é totalmente imprevisível para mim, o que considero um ponto positivo da trama. Espero que o final valha a pena ter acompanhado a série até agora.

Quanto a edição da Universo dos Livros, ela continua impecável e eu não consegui perceber nenhum erro de revisão. A capa dessa edição não é a mesma que a americana mas é bonita também e eles mantiveram os mesmos brilhinhos que tem na capa do primeiro livro.

Alguém mais já leu? O que acharam?
Beijos,
   Carol Mylius
CAROLINA MYLIUS
Colaboradora e Resenhista aqui no VDL e tem um BLOG com todos os seus trabalhos. É ilustradora por profissão e por paixão. Ama os livros desde criança e tem a sorte de trabalhar com eles buscando ajudar os autores a mostrar um pouco de sua obra através das capas que ilustra. Seus livros favoritos são: Tiger's Curse, PerdidaA Primeira Regra do Mago, Série Academia de Vampiros.
Twitter/Facebook/Skoob - carol@vidadeleitor.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.