Fallen Angels - Cobiça - J. R. Ward

 Resenha

Olá pessoas, tudo em paz?

O que dizer sobre este livro? Quando terminei o primeiro capitulo, pensei: "Essa autora é louca ao ponto de dar voadora em parede". Entretanto, assim que virei a ultima página, já corri no skoob para adicionar o próximo livro na lista de desejados. Fazer o que não é!? Acho que terei que comprar mais uma série [T_T].







Redenção não é uma palavra que Jim Heron conhece muito bem – a especialidade dele, pessoal e profissional, é vingança, e para ele, pecado é bem relativo. Mas tudo muda quando ele se torna um anjo caído e é incumbido de salvar as almas de sete pessoas dos sete pecados capitais. Sua arma: o poder do amor. Seu inimigo: o mais sombrio mal. E falhar não é uma opção. Vincent Di Pietro se entregou ao seu trabalho – até que o destino intervém na forma de um muito convincente, dono de uma Harley, salvador declarado, e uma mulher que o fará questionar seu destino. Com um mau antigo pronto para reclamá-lo, Vin tem que trabalhar com um anjo caído não apenas para salvar sua pele… mas para salvar sua alma.


Logo no prólogo, um demônio (eu acho O.o), faz a narração da disputa que sempre existiu entre céu e inferno, equiparando-a a um jogo no qual, desde o começo dos tempos, está 0x0. Com a finalidade de desempatar e finalmente decidir qual será o destino de toda a humanidade, inicia-se uma disputa na qual 7 almas, tomadas pelos 7 pecados capitais, deveriam ser influenciadas por um anjo caído, que possui capacidade tanto para o mal quanto para o bem, com o intuito de tomarem as decisões que decidirão no placar de quem será marcado um "gol". O problema é que como os demônios não jogam limpo, além do anjo caído, eles mandaram um outro "atacante" para interferir na disputa. Confesso que fiquei um pouco paranoico já que, devido ao estilo de escrita da autora, qualquer um poderia se-lo, até mesmo a tia da cantina. O_O

O livro tem como protagonista o Ex-"funcionário" do exército (no livro não é definido qual era seu posto) Jim Heron e que após uma enorme reviravolta em sua vida, acorda em um campo próximo a uma castelo junto a   4 senhores de estilo britânico e um cachorro. Tais senhores dizem que Jim é o escolhido e que deve, o mais rápido possível, ajudar uma das almas a decidir qual caminho tomar em uma encruzilhada e que tal escolha afetará todo o mundo. Logo após voltar à terra, já que para conversar com os anjos ele tinha que morrer (o que não deve ser muito legal....Rsrs) ele encontra seu patrão, Vincent diPietro,  junto a seu leito no hospital e após receber sinal divinos de uma garçonete na televisão ele finalmente entende que sua primeira missão seria ajudar Vin em sua encruzilhada.

Eu particularmente jamais imaginaria uma amizade entre Jim e Vin já que cada um veio de um mundo completamente diferente e possuem personalidades extremamente fortes. Contudo, a maneira como a J.R.W. narra os acontecimentos da vida de cada um deles faz com que você sinta como se o personagem fosse real. Você acompanha seus altos e baixos e mesmo que cada um deles tenha um "dom" especial, não passam de meros humanos (+ ou -....kkkkk).

Contendo uma leitura leve e instigante, este livro possui cenas que vão do amor ao ódio, do suspense ao medo e principalmente, da paz à guerra, fazendo com que o leitor arranque os cabelos e tente se decidir entre nossa devassa Devida ou a meiga e graciosa Marie-Terese. (Go Team Devina XP) 

Quem será que ganhará este jogo? Acompanhe a trajetória de nossos personagens em:

Gostei mais dessa capa. XD

Abraços,
     Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É estudante e resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 5º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das Bruxas, The Summoning, O Sussurro Mais Sombrio  e  Withe Cat.
Twitter/Facebook/Skoob
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.