Lázarus - Georgette Silen

Como Lázarus foi lido simultaneamente por mim, Bruno, e pela Carol, acabamos combinando de escrevermos uma resenha dupla, onde cada um exporia sua opinião sobre o livro, no mesmo post! A primeira parte é a minha opinião sobre o livro e logo após a Carol transmite a impressão dela!


Enfim, Lázarus.
Um livro que acabou me surpreendendo. Positivamente.

Alguns irão ler essa resenha e pensar "pô, mais uma história de vampiro?". Sim, eu pensei a mesma coisa quando comecei a ler Lázarus. E sim, é uma história vampiresca, mas totalmente diferente do que eu já vi por aí. A Georgette nos apresenta fatos, explicações, provas, detalhes que deixam a história com um ar "verídico", diferente de vampiros que brilham como diamantes. O interessante é que o "vampirismo" é segundo plano nessa história. O que importa mesmo é aquilo que está impresso em letras grandes na capa do livro: LÁZARUS. Mesmo que o título só faça sentido na parte final do livro.

Lázarus nos traz a história de Laura Vargas, uma brasileira que, por ter pai inglês, possui dupla cidadania. Laura é uma museóloga que é contratada para o cargo de curadora do The City Museum of Art and Gallery, na cidade de Bristol, Inglaterra. E é nessa cidade que a vida de Laura mudará para sempre.

A escrita da Georgette é excelente e bem fácil. Em certos momentos, parece que estamos vivenciando a cena, tamanha a facilidade de a autora nos introduzir no ambiente da narrativa. As personagens são muito bem construídas, de maneira que nos sentimos próximos a todas elas.

Enfim, resenhar Lázarus não é tão simples, pois escrever mais sobre esse livro é passar spoiler atrás de spoiler.

Então, leiam o livro, eu recomendo e tenho certeza de que irão gostar.

Abraços,
Bruno Thomaz



Eu também me surpreendi muito com o livro. A pesquisa, feita pela Georgette, dos diferentes mitos sobre vampiros que "existiram" ao longo da história e das diferentes culturas, bem como a forma com que ela conseguiu unir todas essas informações para criar seu próprio universo, de forma coerente e verossímil, merece seu devido destaque.


Durante toda a leitura fiquei buscando o porquê do título do livro ser Lazárus. Seria uma referência ao personagem bíblico Lázaro, que foi ressuscitado em sua tumba por Jesus? Ou teria esse título um outro significado na história? Eu gostei muito do que descobri, contudo irei deixar os leitores descobrirem por si só.



Outra coisa que gostei muito no estilo de escrita da autora foi a forma com que ela consegue alternar os pontos de vistas dos personagens ao longo da história sem ficar confuso, dando-nos uma noção exata de todos os acontecimentos.



Enfim, se estão buscando uma história de vampiros diferente do que está disponível por aí, com uma trama mais adulta e original, leia Lazárus. Tenho certeza que agradará a todos, dos amantes de Crepúsculo aos fãs de Anne Rice e André Vianco.



Abraços,
Carol

Livro no Skoob
Compre o livro na Saraiva

Observação: Caso o formulário de comentário não esteja vísivel, atualize a página.