Glimmerglass - Jenna Black

Olá pessoal,

provavelmente vocês já ouviram falar sobre esse livro na internet. Ele tem sido muito comentado em vários blogs e no geral, as avaliações são bem positivas.

Eu o li recentemente, mas desde então venho buscando o que dizer sobre esse livro. Na verdade ainda não tenho muita certeza se gostei ou não, apesar de ainda querer continuar lendo os próximos volumes da série. A única certeza que tenho a respeito dele é que a capa é maravilhosa, principalmente ao vivo e só por isso o livro já ganhou alguns pontos comigo. Gostei muito da editora Universo dos Livros por ter mantido a capa original e espero que continue fazendo o mesmo com os próximos.

Glimmerglass mistura dois temas superinteressantes e que tem tudo para gerar um história incrivel: Fadas e Avalon. Na história o mundo das fadas e dos humanos é interligado através de Avalon que, está longe de ser aquele local mágico e cercado de brumas descritos nas obras de Marion Zimmer Bradley. Esta é, no entanto, uma cidade turística e visitada por pessoas do mundo inteiro. Apenas seus habitantes são um pouco incomuns, uma vez que a maioria é descendente de fadas e humanos.

Na história acompanhamos a trama sob o ponto de vista de Dana Hathaway, uma mestiça filha de uma humana com um importante membro do reino das fadas. Dana não aguenta mais conviver com sua mãe alcóolatra e resolve ir em busca de seu pai na cidade de Avalon, mas ela não imaginava todos os perigos que isso poderia representar para ela.

Os acontecimentos se passam muito rapidamente no ínicio da trama e poucas informações são esclarecidas, nos obrigando a continuar na história em busca de mais explicações. Essas explicações começam a aparecer quando surge o conceito de Fairewalker e, nesse ponto, achei bem criativo a forma como a autora ligou esse conceito a fatos históricos reais.

Uma vez em Avalon, Dana irá conhecer o lindo e presunçoso Ethan e sua irmã Kimber que aparentemente tentam ajudá-la a resolver as confusões em que está envolvida. Dana, é claro, começa a sentir uma forte atração por Ethan, assim como uma enorme desconfiança de suas verdadeiras intenções.

Eu achei que a história, apesar do ritmo frenético dos primeiros capítulos, fica um pouca morna até uma boa parte do livro só melhorando com o surgimento do terceiro elemento do triângulo amoroso, o jovem e rebelde Keane. De longe esse foi o melhor personagem, até agora, na trama.

Jenna Black tem uma narrativa leve e que flui muito bem, principalmente para aqueles que apreciam mais diálogos e menos cenas descritivas. Eu gosto de livros mais objetivos mas às vezes achei que faltou um pouco de descrição para ajudar a imaginar a cena.

No geral eu gostei do livro, principalmente do final e tenho boas expectativas para os próximos volumes da série, já que muitas questões abordadas ainda ficaram sem explicações.

A série Fairiewalkers conta ainda com mais dois livros lançados nos EUA, Shadowspell e Siren Song e um conto especial sobre a personagem Kimber, chamado Remedial Magic. Ainda não há previsão de lançamento dos próximos volumes no Brasil.

Abaixo as capas originais de todos os livros da série:

Abraços a todos.
Carol