Perdida - Carina Rissi


Oi gente,

Bom, quem viu o meu vídeo, onde mostrei os livros que adquiri em julho, já deve saber que eu amei esse livro. Mas agora vou explicar o porquê de ter gostado tanto dele.

Eu tinha lido algumas coisas sobre o livro em alguns blogs, e todos eram unânimes em afirmar que a história era maravilhosa, então as minhas expectativas a respeito dele eram bem altas. Acabei adquirindo o livro numa promoção e logo que chegou já comecei a leitura. E, surpreendentemente, ele SUPEROU e muito as minhas expectativas.

Perdida é um romance com uma pitada de contos de fadas. A história é narrada pelo ponto de vista de Sofia, uma garota que perdeu os pais quando adolescente e no momento, com 24 anos, vive quase que exclusivamente para o trabalho (que ela, na real, não gosta nem um pouco). Uma noite Sofia deixa cair seu celular na privada do banheiro de um bar e precisa comprar um novo.

No dia seguinte, ela sai para comprar seu novo celular e acaba entrando na primeira loja que encontra. A vendedora parecia um pouco esquisita, mas mostra a Sofia um aparelho que ela diz conter tudo o que Sofia precisa. Sofia, apesar de ficar um pouco intrigada, se apaixona pelo visual do aparelho e o leva na hora. 

Ainda na rua, ela começa a testar o novo celular e é aí que tudo acontece. O aparelho liga-se sozinho e emite uma luz muito clara que cega Sofia temporariamente e, quando ela finalmente consegue enxergar, se descobre no meio de lugar nenhum e com um ferimento na cabeça resultado de uma queda que ela sofreu. Sozinha e apavorada, com apenas alguns pertences particulares que ela carregava na bolsa, Sofia não sabe onde está e nem o que aconteceu.

Mas o destino põe em seu caminho o jovem Ian Clarke, que a encontra perdida e a leva para sua casa. E que casa! Sofia não consegue nem caminhar por ela sem se perder. Além disso, ela descobre que não apenas está num lugar totalmente desconhecido, mas também dois séculos no passado.

Sofia também irá conhecer a jovem Elisa Clarke, irmã de Ian, e sua melhor amiga, Teodora, que não vai nem um pouco com a cara dela. Até porque seus modos e a forma de se expressar são muito estranhas para as pessoas daquela época.

E agora Sofia precisa encontrar uma forma de voltar para seu tempo (e matar a vendedora de celulares) além de tentar se adaptar aos costumes e a falta das modernidades a que está acostumada (a cena que ela descobre sobre o banheiro é hilária. Acreditam que usavam alface como papel higiênico?).

E, além disso, terá que lidar com os sentimentos que o jovem Ian vem despertando nela.

Perdida é um romance delicioso, apaixonante e muito divertido. A forma de escrita da Carina é maravilhosa e flui muito bem. A diagramação do livro também ajuda a leitura a ser agradável e rápida.

Gostei muito da Sofia, ela busca preencher o vazio que ela nem sabe que sente com coisas tecnológicas e livros. Seu jeito de falar, cheio de gírias, pode parecer um pouco exagerado para alguns, mas para mim encaixou com a personalidade que ela tem. E possibilitou muitas cenas engraçadas, principalmente com o Ian. A única coisa que me pareceu um pouco estranho foi o fato dela gostar tanto de romance histórico, principalmente dos livros da Jane Austen, e parecer não saber nada dos costumes daquela época.

Já o Ian é maravilhoso (será que só existe homem assim no século XIX. @ @), lindo e muito educado com um jeito de rapaz tímido que é encantador. Mas essa timídez cai por terra rapidinho quando a relação entre os dois começa a esquentar.

O romance é lindo também, um dos melhores que li ultimamente. E acho que a Carina conseguiu descrever muito bem a época, apesar de nunca mencionar qual o local exato onde se passa a história (só sabemos que é no Brasil) e optar por não colocar escravos, que ainda existiam nesse período, algo que a própria autora explica a razão nas notas do livro.

A capa é perfeita também. Ela retrata exatamente com a Sofia se veste quando está no passado; de vestido longo e tênis All Star vermelho.

Enfim, o livro é sensacional e tenho certeza que vai agradar a todos.

Quem quiser saber um pouco mais, podem dar uma passadinha no blog do livro

Beijos e até a próxima.
Carolina