Lerulian - Dan Albuk


Dan Albuk traz, em Lerulian, a história de um jovem ferreiro da Cidade dos Homens, que vê sua vida mudar bruscamente quando, em uma noite, presencia algo que talvez não deveria ver. Agora o jovem Vaan Sorg, é um foragido, acusado injustamente de matar seus pais, e que conta com o apoio do Rei e outros personagens que vão aparecendo durante a sua trajetória. 


Lerulian é o nome de uma espada muito poderosa, criada pelos deuses, mas que fora dividida em duas partes e espalhada pelos cantos do mundo, após o filho de um deus ter se corrompido por causa dela. Acontece que uma das metades fora encontrada pelos homens, e para evitar uma guerra com os Silcs, raça inimiga dos homens, essa metade precisa ser colocada em segurança, na cidade de Gravelt, no Templo dos Escolários. Por algum motivo que ainda não sabemos, o jovem Vaan Sorg foi o escolhido, pelo Rei, para a árdua missão de transportar a metade de Lerulian. 

Mas Sorg não está sozinho nessa longa caminhada. Ele conhece algumas pessoas que, a mando do Rei, irão auxiliá-lo em sua aventura cheia de contratempos. 

Li as primeiras sessenta páginas em uma noite, já percebendo que iria gostar da história. Acabei lendo as outras 225 páginas em apenas uma noite, de tão boa que a história ficou. Não conseguia parar, pois queria sempre saber o que acontecia mais para frente. 

Lerulian é uma história muito boa, fácil de ler, com bastante ação e pitadas de humor e romance. Para quem gosta de uma boa trama de fantasia medieval, é um prato cheio. Uma narrativa que traz gigantes, pigmeus, espadas cimitarras, feiticeiros, bruxas, fadas, índios imortais, espectros, e muitos outros. O autor conseguiu mesclar diversos tipos de raças e criaturas sem parecer maçante ou exagerado.

O único ponto negativo fica a cargo dos revisores Juliano Domingues e Alexandra Resende, que deixaram passar muitas falhas. Erros bisonhos, como a falta de caracteres ou pequenos erros ortográficos. Espero que esses erros sejam corrigidos em uma próxima tiragem do livro.


A primeira capa que o livro recebeu traz uma mão branca pintada em uma porta, e ao ler o livro consegui compreender do que se tratava essa mão branca. Confesso que se pudesse optar por uma, iria ficar com a capa antiga. A Mão Branca era o nome de um antigo grupo de cavaleiros que resistiu aos encantos da Língua Negra e salvou a Cidade dos Homens, três gerações antes de nossa história atual.


Recomendo fortemente esse livro, ainda mais por se tratar de um autor nacional, jovem e com muito talento e criatividade. O Dan Albuk está de parabéns pela obra, e agora estou no aguardo da continuação!

Um abraço a todos, 
Bruno Thomaz


O livro Lerulian está no primeiro kit de livros e vai ser sorteado, na Promoção Múltiplos de 100, assim que o Vida de Leitor atingir o número de 300 seguidores! Participe e leve Lerulian para casa!