O Menino do Pijama Listrado

Nessa primeira semana de junho, é o Nicolas Luantes quem nos dá a honra de publicar a sua resenha, dando continuidade à seção "Você também é Vida de Leitor", onde semanalmente iremos publicar uma resenha enviada por algum leitor do Vida de Leitor! 
 Olá a todos! Sou o Nicolas, tenho dezesseis anos, e eu escreverei a resenha de hoje no Vida de Leitor.
   Todo mundo que é ligado nas coisas já ouviu falar do livro (ou do filme) O Menino do pijama listrado. Se você não ouviu falar, bem... Está ouvindo agora!

   A história é contada de um modo tão simples, tão inocente, que é quase impossível fazer uma pausa na leitura. Pessoalmente, eu sempre gostei de livros de fantasia, mas quando li "O menino do pijama listrado" descobri que não é preciso uma certa quantidade de batalhas épicas, magos e vilões pra se prender a atenção de um leitor e envolvê-lo tão fortemente quanto este livro faz. E ser baseado no Holocausto torna a história ainda mais marcante. A curiosidade e a polêmica deste tema arrastam o leitor até a última página, que traz um final arrebatador e digníssimo.
   
   O livro conta a história do jovem Bruno, um garotinho de nove anos que não sabe com o que o próprio pai trabalha. Apenas sabe que é um trabalho muito importante, e acha que o uniforme que o pai usa é fantástico. Um dia, chegando da escola, Bruno encontra a empregada  encaixotando todos os seus pertences, e descobre que ele, sua irmã mais velha Gretel, a mãe e o pai estão se mudando de Berlim. 

   A mãe apenas diz a Bruno que estão se mudando por causa do emprego do pai. Eles logo partem para uma casa isolada, no interior, longe de cidades e de olhos curiosos. Bruno perde todos os seus amigos, e sua frustração só piora quando ele e Gretel passam a ter aulas em casa. Bruno e Gretel passam os dias em casa. Não podem sair de maneira alguma, e só podem brincar no quintal. Bruno vê pelas janelas da casa, uma "fazenda em que as pessoas usam pijama durante o dia". Ninguém responde as perguntas de Bruno sobre a tal fazenda quanto menos, deixam ele ir até lá brincar com os meninos de pijama listrado.

   O pequeno Bruno passa então a brincar sozinho com um balanço no quintal, até que um dia descobre uma passagem que leva ao armazém da casa. Sem ser vigiado, Bruno consegue escapar pela janela  do armazém e corre pela floresta que cerca a casa, tentando chegar até a fazenda. Lá Bruno conhece um outro menino da sua idade, chamado Shmuel, um dos meninos que usam o pijama listrado durante o dia e uma grande amizade cresce entre os dois, separadas pelas grades que cercam a "fazenda".
 
    A trama se desenvolve inocentemente, relatando as brincadeiras dos dois amigos. Ao redor desta, eventos importantes no início da segunda guerra mundial. É impossível não gostar de O menino do pijama listrado e ainda mais, é impossível não se apaixonar por essa linda história de amizade.

   Após ler o livro, recomendo verem o filme!
   Desejando uma ótima leitura a todos, EXCELSIOR!
                         Nicolas Luantes

Se você, amigo leitor, quer ver sua resenha publicada aqui nesse espaço, basta me contatar através dos comentários! Solte o escritor que existe dentro de você e escreva, conte para nós o que achou daquele livro que você leu recentemente!