Hannibal - Thomas Harris


Escondam-se todos! Hannibal Lecter está à solta!
É isso mesmo meus amigos leitores, a resenha de hoje será sobre o livro Hannibal. Quando peguei o livro, em uma troca bem sucedida no Skoob, eu não sabia exatamente o que esperar. Embora eu já tivesse assistido aos filmes sobre o Dr. Hannibal Lecter, eu não sabia o que iria encontrar nos livros.

O livro é uma sequência de “Silêncio dos Inocentes” sendo situado pouco tempo depois do seu antecessor. A ligação entre os dois livro é clara, sendo feitas referências a historia do “Silêncio dos Inocentes” inúmeras vezes no decorrer do livro. Neste novo romance de Thomas Harris, o nosso assassino favorito está em Florença, na Itália, onde volta a cometer crimes com requintes de crueldade e canibalismo. Mas existe um problema que Lecter não contava. Ele não está sendo caçado apenas pela polícia, mas também por uma antiga vítima sua que escapou com vida.

Thomas Harris criou tão maravilhosamente o personagem de Lecter que é praticamente impossível você não torcer por ele ao longo da história. De um jeito ou de outro você acaba se encantando com o jeito de Hannibal e passa a querer que tudo que ele planeja dê certo.

O fato de o livro ser uma sequência não faz com que o leitor fique perdido, as citações sobre o livro anterior já são mais do que suficientes para se entender completamente o contexto do mesmo. Mas é claro que, se você tiver a oportunidade de ler o “Silêncio dos Inocentes” antes, ajuda bastante no entendimento da ligação entre os dois livros e torna ainda mais impressionante o personagem criado por Harris.

Pessoalmente, eu adorei o livro. Ele é muito bem escrito e a história é extremamente envolvente. Neste momento o livro conta com uma avaliação de 4.2 pontos no Skoob.

Abraços, Victor.