Falcão Negro em Perigo - Mark Bowden


Olá a todos! Fiquei horas e horas pensando qual seria o livro com o qual eu iria estrear minha participação aqui no blog Vida de Leitor. Depois de muito pensar decidi por um dos melhores livros que li esse ano. E o vencedor foi... Tan dan dan dan! Falcão Negro em Perigo” do autor Mark Bowden.

O livro é baseado em fatos reais e conta a história de soldados norte-americanos em uma missão na cidade de Mogasdício na África. No dia 03 de outubro de 1993, os soldados já acostumados com missões de rotina na cidade, são enviados para uma rápida incursão no local com o objetivo de capturar dois tenentes e um líder guerrilheiro.

O que era para ser uma simples missão que iria durar no máximo alguns minutos acaba se transformando em um cenário de tragédia. Os noventa e nove soldados enviados ficam encurralados nas ruas confusas e pequenas da cidade durante toda a noite. A confusão fica ainda maior quando os soldados já desesperados cometem graves erros, como atirar em soldados da própria equipe. Informações confusas dos comandantes das equipes ou mesmo a falta de informações fazem com que dezenas de soldados tenham suas vidas perdidas.

E é nesse espetáculo caótico, que ficamos mais envolvidos com a história e com os “personagens”. Personagens entre aspas pois os mesmos são pessoas de verdade, não meros personagens criados pelo autor. Todo o livro e todos os acontecimentos foram escritos em cima de relatos e algumas poucas fotografias que foram tiradas do local durante a batalha.

O livro é um grande exemplo de amizade, de companheirismo, de acreditar no melhor mesmo quando todas as coisas a sua volta caminham para o pior. A carga de emoção no livro é enorme e deve ser por isso que foi um dos poucos livros em que me peguei com os olhos cheios d'água em algumas partes. Ficamos frente a frente com o sofrimento dos soldados, de pessoas que assistiram os amigos sendo mortos de maneira cruel e mesmo assim continuam dispostos a lutar por aqueles que ainda estão de pé.

O que é mais estranho é o fato de você não saber de que lado ficar. Mesmo o foco sendo os soldados norte-americanos, algumas partes do livro são baseadas em relatos de moradores de Mogasdício e vendo a situação em que muitos deles vivem não é difícil acreditar que tenham motivos suficientes para uma guerra civil ou uma revolta. E essa visão dos dois lados da moeda e extremamente importante para se entender os motivos que levaram aos acontecimentos do livro. Não se trata de qual lado você vai ficar, mas de mostrar a realidade da guerra e o sofrimento que ela traz para todos, sendo esses amigos ou inimigos.

Outra característica impressionante do livro é a quantidade de informações. Durante a leitura, querendo você ou não, acaba-se aprendendo a manejar muitos tipos diferentes de armamentos e o que não fazer com eles, que atitudes tomar e que estratégias seguir em um campo de batalha. Eu por exemplo aprendi um pouco até sobre mecânica de helicópteros de balhata e toda a física envolvida para eles ficarem no ar!

Caso não tenham a oportunidade de pegar o livro, o que eu recomendo para todos, também há a opção de assistirem ao filme com mesmo nome. O filme é de 2001 e foi dirigido por ninguém mais ninguém menos que Ridley Scott.

Bom, espero que tenham gostado dessa minha primeira participação no blog e espero participar cada vez mais sempre trazendo o melhor dos meus livros para vocês!
Abraços e até a próxima!