O Meu Pé de Laranja Lima

O Meu Pé de Laranja Lima foi um dos primeiros livros que li. Lembro até como era a edição da cópia que eu tinha quando criança. Durante a vida, o livro se perdeu, junto com outros que devo ter passado adiante ou doado para alguém. Esses dias recebi uma nova cópia na minha caixa de correio, resultado de uma troca que fiz com um leitor de Aracaju.

O Meu Pé de Laranja Lima é um livro que já deve ter sido lido por quase todos os leitores que nasceram antes de 1985. E muito provavelmente os que nasceram depois disso devem conhecer apenas o filme. Como eu me preocupo com a qualidade das leituras dos mais jovens, resolvi que seria interessante divulgar aqui a história do livro, para tentar incentivar alguém a ler esse clássico infanto-juvenil da nossa literatura nacional.

José Mauro de Vasconcelos lançou em 1968 a história do menino Zezé, um garoto de seis anos, pobre, carente de afeto, travesso, que sempre que fazer alguma coisa boa, faz errado e acaba sendo castigado por isso. 

Nos fundos da casa de Zezé tem um pé de laranja lima, e é "montado" nessa árvore que Zezé cria um mundo de fantasia, um dos raros momentos em que ele se sente feliz. 

O problema de Zezé, é que apenas com seis anos de idade, ele deixa de ser criança, pois precisa aprender a ser adulto. Na sinopse do livro, na contracapa, diz assim: "Mas a vida lhe ensina tudo cedo demais, e Zezé descobre a dor e a saudade".

Eu recomendo a todos, independente da idade. O livro é pequeno (a minha edição tem 190 páginas), é uma leitura muito rápida e fácil, e com certeza a história vai ficar marcada na vida de vocês, como ficou para mim e muitos outros com quem já conversei sobre esse livro.