O Guia do Mochileiro das Galáxias

Don't panic.
Douglas Adams utiliza-se do refinado estilo de humor britânico para escrever o Guia do Mochileiro das Galáxias, e faz isso com muita precisão e perspicácia.

O Guia pode ser interpretado da maneira que o leitor quiser. Alguns podem sugerir que se trata de uma crítica bem humorada ao mundo em que vivemos atualmente. Outros podem achar que é apenas uma ficção engraçadinha.

O fato é que O Guia é um livro interativo, pois Douglas conversa conosco durante toda a história, do primeiro ao quinto livro, nos auxiliando a entender certas situações e nos alertando sobre possíveis equívocos de interpretação que possamos vir a cometer.

Mas, não entre em pânico, pegue sua toalha e seu Guia e vamos comer um bife no Restaurante do Fim do Universo.