Lançamentos & Divulgações #42


Saudações, caros leitores, como vocês estão?

2014 foi um ano marcado por diversos acontecimentos literários como Bienais, encontros de leitores, dentre outros. Porém, já estamos quase nos despedindo dele e não poderíamos nos esquecer dos lançamentos. Vamos lá? 

Amy & Matthew, escrito por Cammie McGovern, tem seu lançamento previsto para o final de janeiro. Percebi que a capa tem algumas semelhanças com a de Eleanor & Park, apesar disso, a trama é diferente. Caso queira ler um trecho do livro, clique aqui





Amy tinha uma eterna fachada de felicidade estampada em seu rosto, mesmo tendo uma debilitante deficiência que restringe seus movimentos. Quando Matthew diz a Amy para parar de se enganar e enxergar a realidade, ela percebe que é exatamente de alguém assim que ela precisa. E quando a relação que começou como uma amizade se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava (ou sabe definir), eles percebem que falam tudo um para o outro... exceto o que mais importa.







Patrick Rothfuss é um autor conhecido pelos seus grandes escritos O Nome do Vento e O Temor do Sábio. Para a felicidade dos fãs do escritor, a Arqueiro estará lançando em janeiro A Música do Silêncio, que por sinal, tem uma das mais belas capas que já vi. Caso queira ler um trecho da obra, clique aqui



Considerada a meca do conhecimento, a Universidade atrai as mentes mais brilhantes que buscam desmistificar os mistérios das ciências iluminadas, como feitiçaria e alquimia. Porém, bem abaixo de seus lotados corredores existe um complexo de quartos abandonados e passagens antigas. No coração desse labirinto cavernoso encontra-se uma jovem mulher chamara Auri, que chama este local de lar.
Ex-estudante da Universidade, Auri agora gasta seu tempo cuidando do mundo ao seu redor. Ela sabe que alguns mistérios devem permanecer selados. Agora que não se deixa enganar pela racionalidade cega que àqueles que vivem acima dela confiam, Auri vê além da superficialidade das coisas e enxerga os perigos sutis e os nomes escondidos das coisas.




Aos que não sabem, a Arqueiro está relançando o livro O Pacto, escrito por Joe Hill, sob o nome de Amaldiçoado. Além disso, acredito que essa ação seja para promover a adaptação cinematográfica do mesmo, vez que na capa temos o ator britânico Daniel Radcliffe como o personagem principal, Ignatius Perrish. Resenha aqui. Caso queira ler um trecho da obra, clique aqui


Ignatius Perrish sempre foi um homem bom. Tinha uma família unida e privilegiada, um irmão que era seu grande companheiro, um amigo inseparável e, muito cedo, conheceu Merrin, o amor de sua vida. Até que uma tragédia põe fim a toda essa felicidade: Merrin é estuprada e morta e ele passa a ser o principal suspeito. Embora não haja evidências que o incriminem, também não há nada que prove sua inocência. Todos na cidade acreditam que ele é um monstro. Um ano depois, Ig acorda de uma bebedeira com uma dor de cabeça infernal e chifres crescendo em suas têmporas. Além disso, descobre algo assustador: ao vê-lo, as pessoas não reagem com espanto e horror, como seria de esperar. Em vez disso, entram numa espécie de transe e revelam seus pecados mais inconfessáveis. Um médico, o padre, seus pais e até sua querida avó, ninguém está imune a Ig. E todos estão contra ele. Porém, a mais dolorosa das confissões é a de seu irmão, que sempre soube quem era o assassino de Merrin, mas não podia contar a verdade. Até agora.
Sozinho, sem ter aonde ir ou a quem recorrer, Ig vai descobrir que, quando as pessoas que você ama lhe viram as costas e sua vida se torna um inferno, ser o diabo não é tão mau assim. Joe Hill, autor de A estrada da noite e Nosferatu, já foi aclamado como um dos principais novos nomes da ficção fantástica. Em Amaldiçoado, o sobrenatural é pano de fundo para uma história de amor e tragédia, de traição e vingança. Um livro envolvente, emocionante e cheio de suspense que nos leva a refletir: em matéria de maldade, quem é pior, o homem ou o diabo?

Há aquelas pessoas que gostaram de O Menino da Mala e aquelas que simplesmente abandonaram a obra, como eu. A escrita das autoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis não é muito agradável, o que pode deixar algumas pessoas que já leram seu livro anterior receosos quanto ao seu novo lançamento, Morte Invisível, que tem previsão para janeiro. Caso queira ler um trecho do livro, clique aqui.





Em meio às ruínas de um hospital militar soviético no norte da Hungria, Pitkin e Tamás procuram antigos suprimentos e armas que possam vender no mercado negro, até que acabam encontrando algo mais valioso do que poderiam imaginar.
Ali está a esperança dos meninos ciganos de deixar a pobreza, de quitar as dívidas da família, quem sabe de se livrar um pouco do preconceito que sofre o seu povo. Porém, suas boas intenções podem provocar a morte de um número alarmante de pessoas.






Paixão ao Entardecer é o quinto livro da série Os Hathaways, escrita por Lisa Kleypas. Para a felicidades daqueles que acompanham a saga, o lançamento deste volume esta previsto para Janeiro. Porém, se ansiedade está muita, clique aqui para ler um trecho da obra.

Mesmo sendo uma família nada tradicional, quase todos os irmãos Hathaways se casaram, até mesmo Leo, que era o mais avesso a essa ideia. Mas para a caçula Beatrix, parece não haver mais esperança.
Dona de um espírito livre, apaixonada por animais e pela natureza, Beatrix se sente muito mais à vontade ao ar livre do que em salões de baile. E, embora já tenha frequentado as temporadas londrinas e até feito algum sucesso entre os rapazes, nunca foi seriamente cortejada, tampouco se encantou por nenhum deles.
Mas tudo isso pode mudar quando ela se oferece para ajudar uma amiga.
A superficial Prudence recebe uma carta de seu pretendente, o capitão Christopher Phelan, que está na frente de batalha. Mas parece que a guerra teve um forte efeito sobre ele, e seu espírito, antes muito vivaz, se tornou bastante denso e sombrio.
Prudence não tem a menor intenção de responder, mas Beatrix acha que ele merece uma palavra de apoio – mesmo depois de tê-la chamado de estranha e dito que a jovem é mais adequada aos estábulos do que aos salões. Então começa a escrever para ele e assina com o nome da amiga. Beatrix só não imaginava o poder que as palavras trocadas teriam sobre eles.
De volta como um aclamado herói de guerra, Phelan está determinado a se casar com a mulher que ama. Mas antes disso vai ter que descobrir quem ela é.

Simples Perfeição é o novo lançamento da escritora Abbi Glines pela Arqueiro. Seu lançamento está previsto para janeiro, e caso queira ler um trecho, clique aqui

Woods teve sua vida traçada desde o berço. Cuidar dos negócios da família, casar com a mulher que os pais escolheram, fingir que riqueza e privilégios eram tudo de que ele necessitava. Então a doce e sensual Della apareceu e conquistou seu coração, abrindo seus olhos para um novo futuro. A vida do casal seguia para um final feliz, até acontecer um imprevisto: a morte do pai de Woods. Da noite para o dia, o rapaz herda o império Kerrington e, embora sempre tenha almejado essa posição, precisará de toda ajuda possível para provar que está à altura de tanta responsabilidade. Della está determinada a ser o apoio de que Woods necessita, mas os fantasmas do passado ainda estão presentes e mais intensos do que nunca. Pressionada pela ex-noiva e pela mãe de Woods, ela toma a decisão mais difícil de sua vida: abdicar da própria felicidade pelo homem que ama. Mas os dois terão a força necessária para seguir em frente um sem o outro? Concluindo a sedutora história de Woods e Della,
Simples perfeição é o romance mais surpreendente de Abbi Glines e mostra que encontrar alguém pode ser um golpe do destino, mas descobrir a perfeição ao lado dessa pessoa requer aceitar a si mesmo e superar os piores obstáculos a dois.

Infinity Ring é uma série que aos poucos vem ganhando minha admiração devido a sua criatividade e suas histórias. Sendo assim, já é perceptível a minha ansiedade e animação para ler o sexto volume da saga, Atrás das Linhas Inimigas, escrito por Jennifer Nielsen, que tem lançamento previsto para janeiro. Caso queira ler as resenhas dos volumes anteriores, clique aqui. Ainda sem capa nacional. 



Durante sua missão de corrigir falhas históricas que podem comprometer o futuro da humanidade, era de se esperar que Sera, Dak e Riq tivessem que fazer uma parada num evento tão marcante quanto a Segunda Guerra Mundial. Transportados pelo Anel do Infinito até a Europa de 1943, os três viajantes aterrissam num momento do conflito em que as potências do Eixo e os Aliados estão em pé de igualdade. Para evitar que a SQ se aproveite da destruição mútua desses dois blocos inimigos e tome o controle do mundo, os aventureiros mirins precisam dar um empurrãozinho para que os Aliados abram vantagem e vençam a guerra. Mas, para isso, terão de se envolver em uma das missões de espionagem mais arriscadas de toda a história? E além dos nazistas, a SQ também está em seu encalço.





Por Lugares Incríveis é um livro escrito pela Jennifer Niven. A trama em si parece trabalhar com superações e dificuldades, além de um possível romance. Seu lançamento esta previsto para janeiro. confira capa e sinopse:





Finch vive pensando em maneiras de acabar com sua própria vida, mas nunca levou as ideias até o fim. Violet, de luto por sua irmã, conta os dias até a formatura, quando finalmente poderá ir embora da cidade. Quando os dois se conhecem, estão no alto da torre da escola, prestes a pular -- até que um salva o outro. A partir daí, eles se unem num projeto para descobrir lugares incríveis nos arredores de onde moram.







Espero que algum tenha lhe chamado atenção. \o/

Abraços,
Gustavo Demétrio
GUSTAVO DEMÉTRIO
É Resenhista, Administrador Jr. e CDC aqui no Vida De Leitor. Um ávido leitor que sonha um dia se tornar um Arquiteto de renome. Admirador do universo e grande fã do Stephen King. Seus livros favoritos são: Série Torre NegraTigana, Sherlock Holmes Sob a Redoma. 
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.

Sorteio Servos do Apocalipse


Hey pessoal, tudo bem?

Para concorrer a um exemplar autografado de Servos do Apocalipse é simples, basta preencher a primeira entrada, que é LIVRE, e você já está participando. Contudo, caso queira mais chances de ganhar, assim que a referida entrada for preenchida, as EXTRAS serão liberadas e algumas delas podem ser usadas todo dia, ou seja, muito mais chances para você!

A opção "tweet about the giveaway" é renovada a cada 24 horas, ou seja, todo dia que você tweetar a frase e preencher essa entrada, seu nome será adicionado mais vezes.

Qualquer dúvida quanto ao uso do formulário basta entrar em contato pelos comentários ou pela aba de "Contato" no menu do blog.

OBS: O formulário do Rafflecopter sofreu alterações nas entradas EXTRAS para curtir a página no Facebook. Para que tal entrada seja validada, é necessário CURTIR a página, e não só visitá-la como manda o formulário.

a Rafflecopter giveaway
Importante

  1. O ganhador deverá responder ao e-mail que mandarmos em até 48 horas. Caso não o faça um novo sorteio será realizado.
  2. O livro será ENVIADO em até 30 dias úteis pelo autor.
  3. O blog não se responsabiliza por danos ou extravios causados pelos Correios.
  4. Caso o ganhador forneça o endereço errado e o pacote retorne, o mesmo perderá o direito ao prêmio.
  5. O ganhador deve ser residente e domiciliado em território nacional.
  6. O ganhador que descumprir alguma das regras será desclassificado.

"Que a sorte esteja sempre a seu favor!!"

Abraços,
      Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Bacharel em Direito pela UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos.

Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.

A Menina Que Tinha Dons - M. R. Carey


Hey pessoal, tudo bem?

A Menina Que Tinha Dons é um livro que, pelo título, engana o leitor. Quando vemos o nome e que o autor foi roteirista de X-men e Hellblazer (Constantine), imaginamos uma criança com superpoderes e habilidades que vão muito além da compreensão humana, contudo, o que nos é apresentado é algo mais simplório, mas de extrema importância. Um dom que todos nós temos e que muitas vezes esquecemos de usar. 




Cultuado autor de quadrinhos e roteiros da Marvel e da DC Comics, entre eles algumas das mais elogiadas histórias de X-Men e O Quarteto Fantástico, o britânico M. R. Carey apresenta uma trama original e emocionante em sua estreia como romancista com A menina que tinha dons, lançamento do selo Fábrica231. Aclamado pela crítica, o livro se tornou um bestseller imediato na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos ao contar a história de Melanie, uma menina superdotada que faz parte de um grupo de crianças portadoras de um vírus que se espalhou pela Terra e que são a única esperança de reverter os efeitos dessa terrível praga sobre a humanidade. Uma comovente história sobre amor, perda e companheirismo encenada num futuro distópico.




O livro conta a história de Melanie, uma criança que todos os dias é tirada de sua cela, amarrada em uma cadeira de rodas pelos braços e pescoço e é conduzida para uma sala de aula, onde professores não só os ensinam, como avaliam a curva de aprendizado de cada uma das crianças. Com o tempo e passar de páginas, vamos descobrindo o que realmente está acontecendo e o motivo pelo qual todos parecem ter tanto medo dela e das demais crianças que são semelhantes à protagonista. O mundo como o conhecemos não existe mais.

Faminto

Agora ela tem 10 anos e a pele de uma princesa de contos de fadas; uma pele branca como a neve. Então ela sabe que, quando crescer, será bela, terá principes atropelando-se para subir em sua torre e resgatá-la.
Pág.: 7

A enredo em si não me agradou muito. Como disse no começo do texto, o título e qualificações do autor fazem com que sejamos levados a acreditar que a obra seguirá um determinado caminho e, à medida que vamos lendo, percebemos que não é nada daquilo. Contudo, o que me agradou na obra foi justamente a sua simplicidade, não temos poderes mirabolantes e habilidades sobrehumanas, mas sim, uma relação fraternal entre uma criança e sua professora e o objetivo que uma tem de manter a outra viva em um mundo cujas bases ruíram. A narrativa é em terceira pessoa e não irá agradar a todos, vez que ela não é tão dinâmica quanto os demais livros do gênero, tendo um estilo mais descritivo, chegando a causar impaciência em algumas situações em face à morosidade no desenrolar dos fatos.

Os personagens dividem opiniões. Ao passo que a Srta. Justineau e Melanie despertam no leitor sentimentos de simpatia e afeto, outros como a Dra. Caldwell e o Sargento Parks despertam, inicialmente, o mais profundo desprezo, o que aos poucos vai mudando com relação ao Sargento vez que vamos vendo suas motivações e atitudes ao longo da trama. A protagonista é capaz de comover e assustar o leitor, ela não possui poderes, como já foi dito, mas isso também não quer dizer que seja humana. Cabe a cada um ler e descobrir o que ela realmente é.

Estado Atual do Mundo

Ela saiu da linha de visão da Melanie, muito rapidamente. Melanie quer chamá-la de volta, quer dizer algo que a faça ficar: Eu amo você, Srta. Justineau. Serei uma deusa e um titã para você, e vou salvá-la. Mas não consegue dizer nada, entra o pessoal do sargento e leva as crianças uma por uma.
Pág.: 29

Chocante é uma palavra que pode descrever o final do livro. Jamais esperaria algumas atitudes de determinados personagens, ao passo que a de outros já eram bem previsíveis, mas ainda assim, chocantes. O autor não se preocupa com um final feliz ou cheio de alegria e vida, muito pelo contrário. Por isso, se espera um livro como um conto de fadas, desista, pois M. R. Carey nos apresenta o mundo como ele realmente é, um lugar onde o mais forte sobrevive.

Essa foi a primeira publicação da Fábrica123, novo selo de fantasia da Rocco, e devo dizer que a edição está belíssima. A capa é soft touch (aquela sensação de emborrachamento) e é fiel à versão americana, possuindo as mesmas cores e arte de capa. Os tons de amarelo e vermelho utilizados são bem chamativos, a diagramação está simples, mas bem estruturada e não achei nenhum erro de revisão. Recomendo a leitura para quem não espera um final feliz e poderes mirabolantes, mas sim uma aventura cruel cuja morte permeia todas as páginas.

Abraços,
      Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Bacharel em Direito pela UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos.

Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.

Resenha + Promoção: Put Some Farofa - Gregorio Duvivier


Hey pessoal, tudo bem?

Com um estilo inovador e irreverente de contar histórias, somado ao sucesso humorístico do canal Porta dos Fundos, Gregorio Duvivier conseguiu não só me transformar em um grande fã, como também me ensinou a apreciar uma crônica bem escrita e um roteiro bem humorado.


Dont repair the mess. The house is yours. I make question. Pardon anything. Go with god. Come back always. Publicada em Julho de 2014, a crônica que dá título a este volume, que cria uma conversa imaginária de um brasileiro com um gringo visitando o Brasil durante a copa, rapidamente se tornou um viral de internet, até ser comentada em artigo do Washington Post. Trata-se de uma amostra da verve humorística embebida de zeitgeist, crítica ferina e muito afeto de Gregorio Duvivier, um dos autores mais promissores do Brasil na atualidade. Reunindo o melhor de sua produção ficcional, Put some farofa traz textos publicados na Folha de S.Paulo e esquetes escritos para o canal Porta dos Fundos, além de alguns inéditos. Se Gregorio traz o raro dom da multiplicidade, tendo se destacado no cenário cultural brasileiro ao mesmo tempo como ator, roteirista, comediante, cronista e poeta, também múltiplo é este volume, que transita entre ficções, memórias de infância, ensaios sobre artistas que o influenciaram, artigos panfletários, exercícios de linguagem e outras experimentações.



O livro não traz uma história contínua, como pode ser visto na sinopse acima, mas sim, vários textos que se dividem entre crônicas e roteiros. Muitos deles são inéditos, já outros foram publicados há algum tempo na Folha de S.Paulo, os demais já são nacionalmente conhecidos por terem sidos transformados em vídeo para o canal do YouTube. 

A narrativa de Gregorio é diferente da presente nas crônicas da atualidade, vez que ele traz sempre um humor muito peculiar em seus textos, contudo, nem todos eles são de cunho humorístico, envolvendo temáticas sérias como política, homossexualidade e homofobia. 

Imagem utilizada na capa do livro

Nosso it boy, claro, é o coronel Paulo Malhães, torturador chiquetésimo que deu depoimento à Comissão da Verdade usando uns puta óculos escuros Prada de aro dourado e assumiu ter perdido a conta de quantos cadáveres ocultou. Divo. Viva a revolução - democrática.
Pág.: 87

De toda a obra, meus textos favoritos foram: Calma, Cláudio, que retrata a personificação da pessoa insatisfeita, que quer tudo à sua maneira e quando os demais mudam para lhe agradar, ela já não quer mais daquele jeito e quer que os outros voltem a ser o que eram; Péssimo mau gosto, que foi uma resposta ao comentário que um membro da Igreja fez a um vídeo Especial de Natal feito pelo Porta dos Fundos; Quem nunca, um roteiro cujo vídeo pode ser visto clicando aqui; Nuances, que é um texto que traz as definições que o autor dá para várias coisas, como pode ser visto no quote abaixo; e por último, e o melhor de todos, o texto Assunto urgente, que retrata a típica pessoa louca do século XXI e sua neurose sobre relacionamentos.

[...] Golfinho: baleia extrovertida. Tubarão: golfinho sociopata.
[...] Javali: porco de raiz. Porco: javali metrossexual.
Pág. 101

A edição é simples, mas as cores utilizadas na capa e verso do livro dão um ar mais chamativo à obra. A diagramação não é muito elaborada, contendo espaçamentos entre linhas medianos e uma fonte que facilita a leitura. O livro é dividido em quatro partes. Leitura quase que obrigatória! ;)

Booktrailer do livro


Para concorrer é simples, basta preencher a primeira entrada, que é LIVRE, e você já está participando. Contudo, caso queira mais chances de ganhar, assim que a referida entrada for preenchida, as EXTRAS serão liberadas e algumas delas podem ser usadas todo dia, ou seja, muito mais chances para você!

A opção "tweet about the giveaway" é renovada a cada 24 horas, ou seja, todo dia que você tweetar a frase e preencher essa entrada, seu nome será adicionado mais vezes.

Qualquer dúvida quanto ao uso do formulário basta entrar em contato pelos comentários ou pela aba de "Contato" no menu do blog.

OBS: O formulário do Rafflecopter sofreu alterações nas entradas EXTRAS para curtir a página no Facebook. Para que tal entrada seja validada, é necessário CURTIR a página, e não só visitá-la como manda o formulário.

a Rafflecopter giveaway
Importante

  1. O ganhador deverá responder ao e-mail que mandarmos em até 48 horas. Caso não o faça um novo sorteio será realizado.
  2. O livro será ENVIADO em até 30 dias úteis pela editora.
  3. O blog não se responsabiliza por danos ou extravios causados pelos Correios.
  4. Caso o ganhador forneça o endereço errado e o pacote retorne, o mesmo perderá o direito ao prêmio.
  5. O ganhador deve ser residente e domiciliado em território nacional.
  6. O ganhador que descumprir alguma das regras será desclassificado.

"Que a sorte esteja sempre a seu favor!!"

Abraços,
    Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 9º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos.
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.

Os Servos do Apocalipse - Cleiton Machado


Saudações, caros leitores, como vocês estão?

Livros com conteúdos ligados a religião sempre são taxados como polêmicos, principalmente quando eles são contrários aos preceitos do Cristianismo, como os livros do famoso escritor Dan Brown. Recentemente tive a oportunidade de ler o livro do autor nacional Cleiton Machado, Os Servos do Apocalipse, cuja obra não só aguça os sentidos do leitor como também apresenta inúmeras polêmicas. Mas, como nem tudo são flores, pude perceber algumas falhas que, corrigidas, poderiam melhor o enredo. 







Desde o ano de 1559 um segredo é guardado e se perde no tempo com a morte de um Monarca. Esse segredo revela fatos os quais uma vez comprovados podem levar á salvação da humanidade. Após 454 anos este segredo está prestes a ser revelado, porém, o fim da humanidade pode estar próximo e sua revelação será em vão.







Muitos mistérios rondam os escritos da Bíblia, e para muitos pesquisadores isso a torna interessante para seus estudos. Enquanto dava sua aula, o pesquisador Dr. Henry Leflour é interrompido em meio às suas explicações por um rapaz que entra em sua sala apressadamente e lhe entrega um envelope, que mais tarde revelaria conter um papiro com um enigmático escrito. Defronte de tal objeto, ele chama seu amigo Vicenzo Marchelli, também professor da Universidade de Paris, para lhe ajudar no caso. Contudo, diante de um assassinato e da insegurança causada, os dois acabam percebendo a importância daquele pedaço de papel, levando-os à busca pela solução dos enigmas e a revelação de quem seria o possível Apocalipse. 

"Pra que tanto dinheiro? Não adianta por no bolso do terno... Eles não aceitam isso lá no inferno" - Apocalipse 16

- Pelos meus estudos, as previsões de Nostradamus sempre apontaram mais para as mazelas do mundo, inclusive indicando o anticristo, sempre dizendo que seriam três e o último seria o responsável pela terceira guerra mundial. - Leflour começa a abrir a bíblia em "Apocalipse" e analisar as centúrias enquanto Marchell observa em silêncio e atento.
Pág.: 39

Uma das coisas que chamou a minha atenção antes mesmo de ler o livro foi justamente o ponto central da trama, o Apocalipse. Entretanto, pude perceber certas similaridades com os escritos do cultuado e criticado Dan Brown, principalmente quando pegamos referências religiosas ligadas a grupos praticantes de seitas secretas que buscam a todo sacrifício ocultar os enigmas, e aqueles que buscam decifrar os mesmos. Apesar dessas características funcionarem dentro do contexto da história, senti falta de um grupo perseguidores mais persistentes e atrozes, já que eles acabaram passando a imagem de fracos e desinteressados. Entretanto, Cleiton fez um excelente trabalho ao incentivar o imaginário do leitor no decorrer da obra sobre quem poderia ser o Apocalipse e os Quatro Cavaleiros.

Já sabemos que quando uma trama é feita em terceira pessoa o autor ganha um pouco mais de liberdade para detalhar o ambiente, apresentando para o leitor visão mais ampla do seu mundo, fator que foi bem trabalhado na narrativa presente na obra. Porém, pude perceber algumas repetições de palavras e o fato de que a caracterização dos personagens, bem como dos ambientes que se passam a história, ser feito de forma direta e linear, como uma mera descrição tópica em certos momentos, como se estivéssemos lendo uma ficha cadastral. Além disso, algumas explicações dos termos  desconhecidos empregados poderiam ser colocados como nota de rodapé, o que talvez aumentaria a fluidez da narrativa.

Cleiton Machado

CENTÚRIA VI - 92 
Quarenta e cinco graus, o céu em chamas,
O fogo próximo da grande cidade nova,
Uma enorme chama irromperá para o alto
Quando se puserem os normandos à prova.
Pág.: 69

Muitos chegaram ao final com a pergunta: "Quem é o Apocalipse?". A resposta é um tanto inusitada, mas confesso que achei ÉPICO e POLÊMICO o nome da pessoa, simplesmente adorei. Os Servos do Apocalipse é um bom livro para ser lido em uma tarde, simplesmente pelo mergulho que o leitor faz ao se deparar com os enigmas e escritos de Nostradamus. Poderia deixar minha recomendação para todos, mas como a trama trabalha sobre um assunto tão delicado quanto a religião, irei deixá-la àqueles que tenham mentes abertas, independentemente da história ser ficcional.

A diagramação está simples, com um tamanho de fonte mediano, sumário e um ótimo espaçamento entre as linhas. Na edição temos folhas amareladas, uma ilustração na capa que nos remete a algo sombrio e/ou gélido, o que combina com o assunto da trama. Sobre a revisão, encontrei somente um erro no nome de um dos protagonistas e alguns de concordância, mas nada que interfira no entendimento.

Abraços,
Gustavo Demétrio
GUSTAVO DEMÉTRIO
É Resenhista e CDC aqui no Vida De Leitor. Um ávido leitor que sonha um dia se tornar um Arquiteto de renome. Admirador do universo e grande fã do Stephen King. Seus livros favoritos são: Série Torre NegraTigana, Sherlock Holmes Sob a Redoma. 
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.

A Guerra dos Fae: Luz e Trevas - Elle Casey

Saudações, caros leitores, como vocês estão?

Apesar de Chamado às Armas, segundo volume da série, ter suas qualidades, ele é quase um nada comparado a Luz e Trevas. Já era quase certeza que não iria dar continuidade à leitura da série, mas busquei forças na Força para continuar. Assim sendo, pude perceber um grande avanço na trama que não via desde a finalização do primeiro volume, As Crianças Trocadas.

Essa resenha pode conter spoilers dos volumes anteriores da série.






Jayne Sparks está mais destemida, engraçada e rebelde do que nunca, tendo que enfrentar os problemas causados acidentalmente pelo duende Tim, aprender a manipular melhor seus poderes com O Verde, conhecer traições de um grande amigo e descobrir quais são os motivos secretos pelos quais há uma guerra incessante entre Faes das Trevas e Faes da Luz. Seus poderes podem torná-la vulnerável às manipulações dos Fae das Trevas, e ela poderá torna-se prisioneira de forças inimigas. Mas sua astúcia sempre estará lá.





Depois de ter ciência do seu sangue Fae, Jayne terá que lidar com sua nova vida condicionada a treinamentos e aprendizagens dos seus poderes como Elemental, além de lidar com as perdas e injúrias. Ao término do segundo livro, vemos ela e seus amigos enfrentando Ben, que até esse ponto estava persuadindo Tony a acolher e escolher as Trevas como lar. Depois de garantido a volta de Tone* ao complexo dos Fae da Luz e se assegurar sua aceitação neste local, uma vez que ao recusar a transformação em criança trocada ela não terá uma segunda chance segundo, ela terá que enfrentar um grande problemas que aos poucos irá desencadeando pequenas, mas não menos importantes, complicações no desenrolar da trama. 

Capa norte-americana no Goodreads

Se eu fosse colocar em uma imagem visual tudo que sentia quando eu tocava O Verde, seria como um novelo de cordas emaranhadas sem começo nem fim, voltando-se sobre si, por vezes se tocando, por vezes apenas passando por outra parte de si mesmas. E todas as coisas vivas neste planeta são uma parte dessa cadeia. Nós somos as cordas. Eu nunca pude entender a teoria das cordas na aula de física, ia além de minhas capacidades mentais. Mas minha própria teoria das cordas verdes era fácil. Baseava-se em uma premissa simples: todos nós somos parte de uma mesma coisa. Somos todos parte do Um - uma bola gigante e cósmica de coisas enroscadas.
Pág.:319
 
A trama é narrada em primeira pessoa, apresentando o ponto de vista da protagonista e suas emoções, que neste volume foram bem aproveitados, o que foi um ponto positivo dentro do contexto onde a história esta inserida, pois é justamente isso que a direciona a um essencial amadurecimento na distinção de quem é inimigo e amigo. Luz e Trevas é basicamente um livro movido exclusivamente a perguntas e suspenses que colocam o leitor a par com questionamentos ligados às filosofias empregadas por ambos os lados neste conflito, além de passarmos a ter mais conhecimentos do plano mobilizado pelos Fae das Trevas quanto ao mundo humano. 

Apesar dele ter sido melhor que o volume anterior, vale ressaltar que a série é composta por quatro livros e que até o momento o que podemos perceber foram algumas enrolações que poderiam encurtar a trama, o que talvez não causaria um desgaste físico e mental dos leitores. Ainda assim, Luz e Trevas apresenta algumas falhas que a longo prazo pode incomodar alguns leitores, como o fato do excesso de treinamentos dos Fae e detalhes que poderiam ser descartados sem prejudicar a linha temporal da história. 

Elle Casey, autora do livro

Puxei O Verde para mim, mais do que jamais havia puxado antes, e senti as refrescantes boas-vindas e o amor que ele sempre trazia. Meu coração disparou com uma experiência que eu nunca fora capaz de sentir em minha vida humana regular. Nem a amizade, nem o abraço de nenhuma mãe, nenhum gatinho fofinho ronronando jamais inspirou esse tipo de conexão com o mundo antes. Mas agora não era hora de chafurdar na maravilha. Eu tinha que mostrar a essa árvore com quem ela estava mexendo.

Pág.: 336

O encerramento segue o mesmos aspectos que a autora aplicou nos dois volumes anteriores, ou seja, interrompendo-o em um momento intrigante, o que acaba instigando o leitor a ler o próximo livro. Fora isso, Luz e Trevas consegue recuperar todas as forças que foram, infelizmente, jogadas ao ar com Chamados às Armas. Para mais, fica a minha recomendação aos que acompanham a série e àqueles que não tenham gostado do segundo volume. 

A diagramação tem as mesmas características dos livros anteriores, um tamanho de fonte mediano e um agradável espaçamento de linhas. Na edição, a ilustração da capa ganhou melhores tratamentos em comparação a anterior, além da obra possuir páginas amareladas e títulos com verniz localizado. Quanto a revisão, encontrei alguns erros que não interferem na compreensão dos fatos. 

*Apelido usado por Jayne para se dirigir a Tony 

Abraços,
Gustavo Demétrio
GUSTAVO DEMÉTRIO
É Resenhista e CDC aqui no Vida De Leitor. Um ávido leitor que sonha um dia se tornar um Arquiteto de renome. Admirador do universo e grande fã do Stephen King. Seus livros favoritos são: Série Torre NegraTigana, Sherlock Holmes Sob a Redoma. 
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.

Sorteio Dose Dupla: Enfeitiçadas + Amaldiçoadas


Hey pessoal, tudo bem? Que tal levar para casa os dois exemplares da série Crônicas das Irmãs Bruxas?

Para concorrer é simples, basta preencher a primeira entrada, que é LIVRE, e você já está participando. Contudo, caso queira mais chances de ganhar, assim que a referida entrada for preenchida, as EXTRAS serão liberadas e algumas delas podem ser usadas todo dia, ou seja, muito mais chances para você!

A opção "tweet about the giveaway" é renovada a cada 24 horas, ou seja, todo dia que você tweetar a frase e preencher essa entrada, seu nome será adicionado mais vezes.

Qualquer dúvida quanto ao uso do formulário basta entrar em contato pelos comentários ou pela aba de "Contato" no menu do blog.

OBS: O formulário do Rafflecopter sofreu alterações nas entradas EXTRAS para curtir a página no Facebook. Para que tal entrada seja validada, é necessário CURTIR a página, e não só visitá-la como manda o formulário.

a Rafflecopter giveaway
Importante

  1. O ganhador deverá responder ao e-mail que mandarmos em até 48 horas. Caso não o faça um novo sorteio será realizado.
  2. O livro será ENVIADO em até 30 dias úteis pela editora.
  3. O blog não se responsabiliza por danos ou extravios causados pelos Correios.
  4. Caso o ganhador forneça o endereço errado e o pacote retorne, o mesmo perderá o direito ao prêmio.
  5. O ganhador deve ser residente e domiciliado em território nacional.
  6. O ganhador que descumprir alguma das regras será desclassificado.

"Que a sorte esteja sempre a seu favor!!"

Abraços,
  Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 10º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.

Sorteio de A Lenda de Luno Autografado


Hey pessoal, tudo bem?

Em apoio à literatura nacional e à estante dos nosso leitores, vamos sortear dois exemplares autografados de A Lenda de Luno - O Grande Torneio de Nyx (Resenha) para dois sortudos. 

Para concorrer é simples, basta preencher a primeira entrada, que é LIVRE, e você já está participando. Contudo, caso queira mais chances de ganhar, assim que a referida entrada for preenchida, as EXTRAS serão liberadas e algumas delas podem ser usadas todo dia, ou seja, muito mais chances para você!

A opção "tweet about the giveaway" é renovada a cada 24 horas, ou seja, todo dia que você tweetar a frase e preencher essa entrada, seu nome será adicionado mais vezes.

Qualquer dúvida quanto ao uso do formulário basta entrar em contato pelos comentários ou pela aba de "Contato" no menu do blog.

OBS: O formulário do Rafflecopter sofreu alterações nas entradas EXTRAS para curtir a página no Facebook. Para que tal entrada seja validada, é necessário CURTIR a página, e não só visitá-la como manda o formulário.


a Rafflecopter giveaway

Importante

  1. O ganhador deverá responder ao e-mail que mandarmos em até 48 horas. Caso não o faça um novo sorteio será realizado.
  2. O livro será ENVIADO em até 30 dias úteis pelo autor.
  3. O blog não se responsabiliza por danos ou extravios causados pelos Correios.
  4. Caso o ganhador forneça o endereço errado e o pacote retorne, o mesmo perderá o direito ao prêmio.
  5. O ganhador deve ser residente e domiciliado em território nacional.
  6. O ganhador que descumprir alguma das regras será desclassificado.

"Que a sorte esteja sempre a seu favor!!"

Abraços,
  Matheus Braga
MATHEUS BRAGA
É Administrador e Resenhista do Vida de Leitor. Cursa o 10º período de Direito na UNIPEL e sonha em se tornar juiz um dia. É apaixonado por livros e possui em sua humilde coleção títulos que vão de Fiódor Dostoiévski a Cinda Willians Chima. Seus livros favoritos são: O Nome do VentoA Descoberta das BruxasThe Summoning, Hunger GamesWithe Cat e Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos
Twitter/Facebook/Skoob/Instagram - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.

Amaldiçoadas - Jessica Spotswood


Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje vou falar um pouco a respeito do segundo volume da trilogia As Crônicas das Irmãs Bruxas, portanto, caso não o tenha lido Enfeitiçadas - resenha aqui -, recomendo que leia, pois Amaldiçoadas é um livro tão bom que entrou para a minha lista de melhores do ano, estou até agora impressionada com a qualidade dessa história.


Cate Cahill tomou a decisão mais difícil de sua vida e resolveu largar tudo para proteger aqueles a quem amava, mas não poderia imaginar os obstáculos que ainda teria pela frente.
Agora, vivendo disfarçada entre as outras moças da Irmandade, ela precisa se manter a salvo dos implacáveis caçadores de bruxas e lidar com grandes dilemas pessoais, como a distância de seu grande amor e os conflitos que envolvem suas irmãs Tess, uma menina doce e ingênua que guarda um grande segredo, e Maura, a jovem bela e ambiciosa que pretende fazer de tudo para se tornar o centro das atenções.
Será que Cate está pronta para liderar as bruxas de sua geração e ganhar o respeito de uma sociedade que condena a feitiçaria? E seria ela a bruxa da profecia, a mulher mais poderosa já nascida em muitos séculos e capaz de revolucionar a história do mundo?




Após ter sido obrigada pela Irmandade a abandonar sua casa e o tão almejado futuro ao lado de Finn, Cate passa a viver no convento em Nova Londres, inconsolada com o fato de não ter tido a oportunidade de explicar a seu amado o porquê de tê-lo abandonado mesmo após ele colocar de lado seu ódio pela Fraternidade e aceitado o convite para tornar-se um Irmão e assim poder sustentar uma família. Convencida de que seu lugar não é ali, e temerosa quanto ao futuro de suas irmãs longe dela, sua adaptação ao novo lar é difícil.

Quando um oráculo revela que a bruxa mais poderosa da profecia também terá o poder de prever o futuro, os Irmãos passam a prender mulheres sob qualquer pretexto, tornando a ida de Tess e Maura para o convento necessária. A vontade de Maura de ser a bruxa mais poderosa e a mágoa que ela guarda da irmã mais velha tornam-na uma pessoa cada vez mais instável e inescrupulosa. Enquanto isso, Cate tenta lidar com uma série de conflitos e revelações capazes de mudar o rumo da história.


Capas Americanas

Detesto a ideia de contar a verdade a ele... de tirar o fardo de minhas costas e colocá-lo nas dele... mas talvez seja melhor que Finn saiba logo o que está em jogo. Que saiba como ele se coloca em perigo sempre que se aproxima de mim. Assim ele mesmo vai poder escolher se vale a pena me amar.
Pág.: 64

A narrativa é rica em detalhes e a ambientação é capaz de nos transportar ao Século XIX e imaginar como era a vida das mulheres daquela época, a descrição é tão detalhada que o leitor sente-se vivendo naquela realidade e partilhando os mesmos sentimentos de revolta que decaem sob os personagens. Os primeiros capítulos são um pouco mais cansativos de ler, mas assim que algumas revelações são feitas a leitura engrena e chega a ser impossível largar o livro.

As características de cada personagem são bem construídas e mantidas com precisão, fazendo com que oscilações de personalidade sejam inexistentes. Enquanto Maura quer que as bruxas atinjam o poder o mais rápido possível sem sequer se preocupar com as consequências que seus atos poderiam trazer, Cate procura avaliar com mais calma todas as situações para que ninguém corra perigo por estar nas mira dos Irmãos, enquanto isso Tess procura fazer o bem através de pequenas atitudes. As diferentes formas de pensar e agir das irmãs Cahill acabaM sendo o principal conflito da história.

Jessica Spotswood

A fúria aparece no rosto de Maura. Minha irmã já se irritou comigo mais vezes do que sou capaz de contar. Ela já agiu com desprezo, rejeição e ciúme. Mas nunca olhou para mim desse jeito.
Como se me detestasse.
Pág.: 113

A única coisa que posso dizer a respeito do final do livro é: UAU! Estou impressionada com este desfecho, ele é viciante, perturbador e nos atinge de forma inesperada, estou extremamente ansiosa pelo próximo volume, assim que terminei este livro a única coisa que passou por minha mente foi: QUANDO O PRÓXIMO SERÁ LANÇADO? Este é o tipo de história que vale a pena ler e reler, e a cada nova leitura se impressionar seja com a rica narrativa de Jessica Spotswood, com o contexto histórico impressionante que nos é apresentado ou com a forma como as mulheres eram de fato tratadas a alguns séculos atrás, tudo nele é impressionantemente viciante.

A capa é maravilhosa, uma das mais bonitas que tenho em minha estante e o título é em dourado metalizado. A diagramação está impecável, a cada começo de capítulo existe uma arte refinada e clássica, as páginas são de um tom amarelado e a fonte é pequena. Encontrei poucos erros de revisão. Leitura mega recomendada!

Abraços,
  Tamires Souza
TAMIRES DE SOUZA
É Resenhista aqui no Vida De Leitor. Desenvolveu sua paixão pela leitura ainda criança através de revistas em quadrinhos e desde então não vive sem um livro dentro da bolsa. Recém formada e sonha um dia cursar uma faculdade de Direito. Seus livros favoritos são: Série Rangers Ordem dos Arqueiros, A Seleção e a Série A Mediadora
Twitter/Facebook/Skoob - Blogvidadeleitor@gmail.com
Observação: Caso o formulário de comentário não esteja visível, atualize a página.